Geoff Burke/USA Today
Geoff Burke/USA Today

Segundo favorito, Cilic perde para Isner e cai nas oitavas em Miami

Número 3 do ranking perdeu para o norte-americano por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/0) e 6/3

Estadão Conteúdo

27 de março de 2018 | 15h26

Segundo favorito do Masters 1000 de Miami, o croata Marin Cilic foi surpreendido e caiu nas oitavas de final da competição norte-americana. Nesta terça-feira, o número 3 do ranking perdeu para o tenista da casa John Isner, cabeça de chave número 13, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/0) e 6/3.

+ Nadal é confirmado na equipe espanhola na Davis e fará retorno no início de abril

Esta foi a décima vez que os tenistas se enfrentaram, sendo apenas a terceira vitória de Isner. Pior para Cilic, que somou apenas 80 pontos com sua campanha em Miami e pode ser ameaçado no ranking por Alexander Zverev e Juan Martín Del Potro.

No confronto de grandes sacadores, apenas Isner fez jus à fama. O norte-americano acertou 12 aces, contra apenas três do adversário. Como resultado, sequer cedeu break points ao rival, que, por sua vez, teve o serviço quebrado em uma oportunidade, no segundo set. No primeiro, foi atropelado no tie-break.

Com o resultado, Isner, número 17 do mundo, garantiu-se nas quartas de final, na qual terá pela frente o sul-coreano Hyeon Chung. A promessa do tênis asiático, 23.º do ranking, voltou a fazer bonito nesta terça ao bater o português João Sousa por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3.

Outro cabeça de chave que venceu nesta terça foi o canadense Milos Raonic. Vigésimo favorito em Miami, ele derrotou o francês Jeremy Chardy por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4. Agora, aguarda o vencedor do confronto entre o argentino Juan Martín Del Potro e o sérvio Filip Krajinovic para conhecer seu adversário nas quartas.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisJohn IsnerMarin Cilic

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.