Nic Bothma/EFE
Nic Bothma/EFE

Sem dificuldades, Djokovic vence norte-americano na estreia em Wimbledon

Sérvio faz 3 sets a 0 em cima de Tennys Sandgren, com parciais de 6/3, 6/1 e 6/2

Estadão Conteúdo

03 Julho 2018 | 16h38

Sem maiores dificuldades, o sérvio Novak Djokovic estreou com uma vitória tranquila em Wimbledon nesta terça-feira. O ex-número 1 do mundo, atual 21º do ranking, derrotou o norte-americano Tennys Sandgren por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/1 e 6/2, em 1h33min de duelo na grama londrina.

+ Em volta após 11º título de Roland Garros, Nadal estreia com vitória em Wimbledon

Com a estreia, Djokovic volta ao palco em que decidiu encerrar a sua temporada de forma precoce, no ano passado. Ele se afastou para curar uma lesão no cotovelo e só conseguiu fazer seu retorno no Aberto da Austrália, em janeiro deste ano. O sérvio, contudo, só vem conseguindo exibir um tênis de alto nível nas últimas semanas, quando se destacou em Roland Garros e foi vice-campeão do Torneio de Queen's, já na grama.

O triunfo logo na estreia em Wimbledon fez o sérvio igualar o número de vitórias do norte-americano John McEnroe na competição, com 59 resultados positivos. Ambos dividem o quinto posto nesta lista, que é liderada pelo suíço Roger Federer (92). Jimmy Connors (84), Boris Becker (71) e Pete Sampras (63) vêm na sequência.

Dono de três títulos em Wimbledon, Djokovic teve pela frente na estreia uma das surpresas do Aberto da Austrália. Mas, desta vez, Sandgren não brilhou em quadra. Dominante, o sérvio faturou sete quebras de saque, em 19 oportunidades. O rival obteve apenas uma, no terceiro set, o que não ameaçou o favoritismo de Djokovic.

Na segunda rodada, o tenista da Sérvia vai enfrentar o argentino Horacio Zeballos, que avançou na competição ao derrubar o compatriota Guido Andreozzi por 4/6, 7/6 (7/1), 6/4 e 6/4. Se confirmar o favoritismo, o ex-líder do ranking poderá duelar na terceira rodada com o britânico Kyle Edmund, uma das apostas da torcida local.

Outros dois cabeças de chave venceram na estreia, nesta terça. O argentino Diego Schwartzman, campeão do Rio Open, derrotou o bósnio Mirza Basic por 6/3, 6/2 e 6/1, enquanto o italiano Fabio Fognini precisou de uma virada para superar o japonês Taro Daniel por 3/6, 6/3, 6/3 e 6/3. Schwartzman enfrentará o checo Jiri Vesely, enquanto Fognini fará duelo italiano com Simone Bolelli.

Ainda nesta terça, estrearam com vitória na grama de Wimbledon o norte-americano Taylor Fritz, o espanhol Feliciano López, o francês Gilles Simon e o australiano Alex De Minaur, responsável por despachar o italiano Marco Cecchinato, maior surpresa de Roland Garros. O semifinalista em Paris foi batido por 3 a 1, com parciais de 6/4, 6/7 (6/8), 7/6 (7/5) e 6/4.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.