Sem lesão grave, Djokovic é dúvida para Montecarlo

O sérvio Novak Djokovic informou nesta terça-feira que não sofreu uma lesão grave no tornozelo direito no último domingo, durante partida da Copa Davis. Se temia que o número 1 do mundo tivesse rompido os ligamentos, mas exames realizados nesta manhã não detectaram o problema. Mesmo assim, a sua participação no Masters 1000 de Montecarlo ainda não está definida.

AE, Agência Estado

09 de abril de 2013 | 09h56

"O melhor jogador do mundo passou por uma exame de ressonância magnética nesta manhã que não revelou danos estruturais à articulação e aos ligamentos. A torção requer terapia e descanso rigoroso nos próximos dias", revelou comunicado publicado no site oficial de Djokovic.

Assim, o sérvio vai aguardar os próximos dias para observar a sua evolução e definir se disputa o Masters 1000 de Montecarlo. "Dependendo da recuperação, uma decisão será tomada sobre participação de Nole no próximo torneio, em Montecarlo", concluiu o comunicado.

O Masters 1000 de Montecarlo será disputado na próxima semana e vai abrir a temporada de saibro na Europa. O tenista sérvio é o atual vice-campeão do torneio, vencido nos últimos oito anos pelo espanhol Rafael Nadal.

Djokovic se lesionou no último domingo, durante duelo com o norte-americano Sam Querrey. Mesmo assim, ele permaneceu em quadra e derrotou o adversário por 3 sets a 1, o que garantiu o triunfo da Sérvia, também por 3 a 1, sobre os Estados Unidos, em duelo válido pelas quartas de final do Grupo Mundial da Copa Davis, disputado na cidade norte-americana de Boise.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.