Eddie Keogh / Reuters
Eddie Keogh / Reuters

Sem Nadal, Laver Cup terá Edmund ao lado de Federer e Djokovic no Time Europa

Torneio amistoso também terá Alexander Zverev, Juan Martín del Potro e Kevin Anderson, que estão no top-5 do ranking

Estadão Conteúdo

21 Agosto 2018 | 13h24

Sem Rafael Nadal, a Laver Cup confirmou nesta terça-feira seus últimos integrantes. O torneio-exibição, organizado pelo suíço Roger Federer, anunciou o britânico Kyle Edmund para o Time Europa e o norte-americano Jack Sock para o Time Mundo para sua segunda edição, que será disputada entre os dias 21 e 23 de setembro, em Chicago.

Aproveitando a presença dos tenistas em Nova York para a disputa do US Open, a partir de segunda, a organização da Laver Cup confirmou nesta terça os membros finais da competição. Ainda devem ser definidos um reserva para cada time, que terá seis titulares.

O Time Europa, que venceu a primeira edição da competição, será encabeçado por Federer e pelo sérvio Novak Djokovic, que curiosamente decidiram o Masters 1000 de Cincinnati, no domingo. Desta vez, eles vão jogar juntos, possivelmente até uma partida de duplas.

Em 2017, Federer e Nadal surpreenderam o mundo do tênis ao jogarem no mesmo time e até formarem dupla na primeira edição da Laver Cup. A atuação dos rivais no mesmo lado da quadra rendeu até uma indicação ao Prêmio Laureus, considerado o Oscar do esporte, na categoria "Melhor Momento Esportivo". Nadal, desta vez, ficará de fora.

Assim, Federer (atual número dois do mundo) e Djokovic (6º), que não participou no ano passado, vão liderar o time, que ainda terá o alemão Alexander Zverev (4º), o búlgaro Grigor Dimitrov (8º), o belga David Goffin (10º) e o britânico Kyle Edmund (16º).

O Time Mundo será liderado pelo argentino Juan Martín del Potro, atual número três do ranking da ATP. Também integram a equipe o sul-africano Kevin Anderson (5º), os norte-americanos John Isner (11º) e Jack Sock (18º), o argentino Diego Schwartzman (13º) e o australiano Nick Kyrgios (30º).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.