Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Sem provas, ATP encerra investigação sobre Davydenko

Tenista russo havia sido incluído em suposto esquema ilegal de apostas em jogos do circuito de tênis

AE-AP, Agencia Estado

12 de setembro de 2008 | 10h38

O russo Nikolay Davydenko foi absolvido das acusações de apostas ilegais em partidas de tênis. Nesta sexta-feira, a Associação de Tenistas Profissionais (ATP) afirmou que decidiu encerrar o caso após um ano de investigações, por falta de provas.A entidade disse que não encontrou nenhuma evidência de Davydenko ou o argentino Martin Vassallo-Arguello tenham armado o resultado de uma partida no torneio de Sopot, na Polônia, em 2007.Davydenko, então número 5 do ranking mundial, desistiu da partida no terceiro set, alegando contusão, o que deu a vitória ao rival, 87º na época. O número excessivo de apostas no argentino em bolsas de apostas deu margem a suspeitas sobre a legitimidade do resultado.A ATP tem aumentado o cerco sobre a questão. Na série de casos mais famosa, a entidade suspendeu e multou os italianos Potito Starace, Daniele Bracciali, Giorgio Galimberti e Alessio di Mauro por envolvimentos em apostas. O tcheco Frantisek Cermak e o eslovaco Michal Mertinak, especialistas em duplas, também receberam sanções da entidade.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisapostasDavydenko

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.