Sem surpresas, Wimbledon divulga cabeças-de-chave

A organização de Wimbledon divulgou nesta quarta-feira a lista de cabeças-de-chave do torneio. Ao contrário de outras competições, os favoritos no Grand Slam inglês não respeitam necessariamente as posições no ranking mundial - neste ano, contudo, houve poucas surpresas.

AE, Agencia Estado

17 de junho de 2009 | 09h00

No masculino, o espanhol Rafael Nadal - que ainda não confirmou se disputará a competição - ficou com o número 1 na chave, mesma posição que ocupa na lista da ATP. Os seis primeiros colocados respeitaram às colocações no ranking.

Assim, Roger Federer ficou com o número 2, e só poderá encontrar o arquirrival em uma possível decisão. Em 2008, em partida épica, o espanhol derrotou o suíço em cinco sets e conquistou seu primeiro título no torneio. O escocês Andy Murray, grande esperança britânica, é o terceiro favorito.

Para formar a lista de cabeças-de-chave, os ingleses levam em consideração o desempenho dos tenistas em anos anteriores e em outros torneios na grama. Com isso, quem mais se beneficiou foi Marat Safin. O russo, ex-líder do ranking mundial, é o 23º do ranking, mas entrará como número 15 no All England Club.

Na chave feminina, também houve poucas surpresas nas primeiras colocações - Dinara Safina, líder do ranking, ficou com o número 1. A única grande mudança com relação à lista da WTA, foi a já esperada inclusão de Maria Sharapova, com o número 24.

A musa russa, que já liderou o ranking e venceu o torneio em 2004, voltou ao circuito em maio, após nove meses parada devido a uma lesão no ombro. Atualmente, está na 59ª colocação.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisWimbledoncabeças-de-chave

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.