Martin Bureau/AFP
Martin Bureau/AFP

Semi entre Djokovic e Thiem é paralisada pela chuva e será concluída no sábado

Definição do adversário de Rafael Nadal na final de Roland Garros foi adiada

Redação, Estadão Conteúdo

07 de junho de 2019 | 14h48

Depois de marcar presença em outros dias de disputa da competição e chegar a motivar o cancelamento de toda a programação de quarta-feira em Roland Garros, a chuva voltou a cair nesta sexta em Paris e acabou não permitindo a conclusão da partida entre o sérvio Novak Djokovic e o austríaco Dominic Thiem, válida pela semifinal masculina do torneio de simples, que precisou ser interrompida por duas vezes por causa do tempo ruim na capital francesa.

E após a segunda parada motivada pelas condições adversas do clima, a organização do Grand Slam realizado em quadras de saibro informou que o confronto só será reiniciado neste sábado, a partir das 7 horas (de Brasília), na quadra Philippe Chatrier. O jogo será concluído com Thiem vencendo o terceiro set por 3/1 e com o saque na mão, depois de ter liquidado a primeira parcial em 6/2 e o tenista número 1 do mundo empatado o duelo na segunda com um triunfo por 6/3.

Horas mais cedo, Rafael Nadal venceu o suíço Roger Federer por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/2, para se garantir na final. Isso significar dizer que, se a decisão tiver a sua data mantida para ocorrer no domingo, o espanhol terá um dia a mais de descanso do que o rival que sairá deste confronto entre Djojovic e Thiem.

Antes de o jogo ser interrompido de forma definitiva nesta sexta-feira, o austríaco, atual vice-campeão de Roland Garros, começou o duelo diante do sérvio com tudo. Além de confirmar todos os seus saques sem oferecer chances de quebra, o atual número 4 do ranking mundial aproveitou os dois break points cedidos pelo sérvio para fazer 6/2 no primeiro set.

Na segunda parcial, Djokovic reagiu ao ganhar todos os games com o serviço na mão e foi feliz na única oportunidade de quebra que teve para garantir o 6/3 que empatou o duelo. Já no terceiro set, o austríaco confirmou seus saques e converteu um de três break points para abrir 3/1 antes de a chuva paralisar de vez o jogo, no qual os dois tenistas estavam sofrendo com o vento forte, assim como já havia ocorrido no duelo entre Federer e Nadal.

Antes desta última pausa, o jogo entre Djokovic e Thiem também precisou parar quando era decorridos dez minutos de disputas no segundo set por causa da chuva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.