Sequência de 61 Grand Slams seguidos disputados por Schiavone chega ao fim

Chegou ao fim, nesta sexta-feira, o recorde de torneios do Grand Slam seguidos disputados por Francesca Schiavone. Em mais de 15 anos, a veterana italiana havia disputado initerruptamente os últimos 61 Grand Slams. Mas agora ela não vai participar do Aberto da Austrália, pois foi eliminada no qualifying.

Estadão Conteúdo

15 de janeiro de 2016 | 15h49

A italiana possui um título dos torneios do Grand Slam, tendo vencido a edição de 2010 de Roland Garros. Nesta sexta-feira, porém, Schiavone caiu na segunda rodada do qualifying do Aberto da Austrália ao perder para a francesa Virginie Razzano por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 4/6 e 6/1.

Schiavone, de 35 anos, é hoje apenas a 115ª colocada no ranking da WTA. E a italiana vinha disputando todos os torneios do Grand Slam desde a edição de 2000 do US Open. Agora, porém, ela não conseguiu se classificar para a competição disputada em Melbourne.

Desde então, Schiavone disputou as últimas 15 edições do Aberto da Austrália, sendo que o seu melhor resultado foi em 2011, quando atingiu as quartas de final em Melbourne. Nos últimos três anos, a italiana acabou sendo eliminada logo na primeira rodada.

Enquanto isso, no torneio masculino do Aberto da Austrália, Roger Federer segue ampliando sua impressionante sequência. O suíço é o cabeça de chave número 3 do torneio em Melbourne e vai participar do seu 65º Grand Slam seguido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.