Serena arrasa compatriota na estreia em Wimbledon

Com parciais de 6/1 e 6/2, a pentacampeã do torneio despachou a norte-americana Anna Tatishvili em, apenas, 61 minutos

Agência Estado

24 de junho de 2014 | 15h50

Serena Williams fez uma estreia arrasadora em Wimbledon nesta terça-feira. Com seu potente saque, a pentacampeã na grama inglesa não teve problemas para superar Anna Tatishvili por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2, em apenas 61 minutos.

A norte-americana, atual número 1 do mundo, contou com seus 16 aces para superar a compatriota na Quadra Central do Grand Slam britânico. Exibindo boa forma técnica, Serena cravou ainda 31 bolas vencedoras, contra apenas 7 da adversária. Assim, não teve dificuldades para se defender das investidas da rival e garantiu lugar na segunda rodada.

Na grama londrina, a líder do ranking tenta superar as campanhas sofríveis que apresentou em Roland Garros, há cerca de um mês, e também em Wimbledon, no ano passado. Em 2013, ela caiu logo nas oitavas de final, vindo do título no ano anterior. E, no saibro francês, ela não passou da segunda rodada.

Em busca de melhores resultados, ela terá pela frente a vencedora do duelo entre a americana Christina McHale e a sul-africana Chanelle Scheepers. Elas se enfrentam ainda nesta terça.

Serena não foi a única cabeça de chave a vencer na estreia. A canadense Eugenie Bouchard, semifinalista em Roland Garros e no Aberto da Austrália, despachou a eslovaca Daniela Hantuchova por duplo 7/5. Sua próxima adversária sairá do jogo entre a espanhola Silvia Soler-Espinosa e a bielo-russa Olga Govortsova.

A alemã Angelique Kerber também avançou, ao derrotar a polonesa Urszula Radwanska por 6/2 e 6/4. Já as cabeças de chave Sorana Cirstea, da Romênia, e Svetlana Kuznetsova, da Rússia, foram eliminadas logo na primeira rodada. Cirstea perdeu da norte-americana Victoria Duval por 6/4, 3/6 e 6/1, enquanto Kuznetsova caiu diante da portuguesa Michelle Larcher de Brito por 3/6, 6/3 e 6/1.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisWimbledonSerenaestreia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.