AFP Photo/William West
AFP Photo/William West

Serena celebra 19.º Grand Slam na carreira: 'Nunca imaginei'

Em número de Grand Slams, norte-americana está atrás apenas da alemã Steffi Graf, recordista com 22 conquistas

Estadão Conteúdo

31 de janeiro de 2015 | 11h24

Serena Williams escreveu neste sábado mais uma vitoriosa página em sua carreira, que a coloca no rol das maiores tenistas de todos os tempos. Ela derrotou a russa Maria Sharapova por 2 sets a 0 - 6/3 e 7/6 (7/5) - e conquistou seu sexto título no Aberto da Austrália, sendo o 19.º em torneios de Grand Slam.

A marca fez a norte-americana ultrapassar as compatriotas Chris Evert e Martina Navratilova, ficando atrás apenas de Steffi Graf, que com 22 títulos é a maior vencedora de torneios de Grand Slam na era aberta. A nova conquista fez Serena se emocionar e lembrar do início da carreira.

"Estar aqui com 19 títulos de Grand Slam é algo que eu nunca imaginei que pudesse acontecer", declarou. "Fui para a quadra com uma bola, uma raquete e uma esperança. Você nunca deve desistir, nunca se sabe quem pode te inspirar, quem vai ser uma influência na sua vida."

O triunfo ainda aumentou a hegemonia da norte-americana diante de Sharapova. Foi a 17.ª vitória de Serena neste confronto, sendo a 16.ª seguida. O jejum da russa diante da atual número 1 do mundo já chega a mais de dez anos, já que o último triunfo dela aconteceu em 2004.

Ainda assim, Sharapova foi elogiada por Serena. De fato, a russa fez uma boa partida, foi corajosa e acertou bons golpes, bem diferente do que ela vinha apresentando nos confrontos com a norte-americana. "Preciso parabenizar a Maria. Ela realmente me pressionou hoje e jogou uma grande partida, não só para vocês (torcedores) mas para o tênis feminino", disse a campeã.

A própria Sharapova não parecia decepcionada com o próprio desempenho e, ao invés de lamentar mais uma derrota, preferiu exaltar a rival. "Eu não ganho dela realmente há um longo tempo, mas eu adoro jogar com ela porque você sempre que jogar contra os melhores", comentou. "E ela é a melhor", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.