Serena comemora 12.º Grand Slam e elogia Henin

Bicampeão do Aberto da Austrália, a americana Serena Williams comemorou neste sábado a marca de 12 títulos de Grand Slam. A líder do ranking revelou ao final da final que alcançou seu objetivo, ao igualar o número de títulos da compatriota Billie Jean King.

AE, Agencia Estado

30 de janeiro de 2010 | 11h17

"Billie, estamos empatadas", declarou Serena à tenista aposentada, que acompanhou a final deste sábado, nas arquibancadas da Arena Rod Laver, em Melbourne. "Alcancei o meu objetivo", completou a atleta, de 28 anos.

A partir de agora, Serena tentará se aproximar dos 18 títulos das compatriota Chris Evert e da checa Martina Navratilova. "Eu nunca pensei que pudesse alcançar Martina, porque ela é uma grande campeã. Sinceramente, estou apenas fazendo o que posso. Eu realmente gosto de jogar em Melbourne", disse a campeã, que faturou seu quinto troféu no Grand Slam da Austrália.

Serena também comentou o retorno da rival Justine Henin ao circuito. A belga havia se aposentado em maio de 2008, mas resolveu voltas às quadras neste ano. E logo em seu primeiro Grand Slam, a ex-número 1 do mundo chegou à grande decisão. "Acho que ela está definitivamente de volta", declarou Serena, que precisou de três sets e duas horas para vencer Henin.

"É bom tê-la de volta, é empolgante. Ela pode voltar a ser a número 1 com certeza, se continuar a jogar bem", elogiou a americana, que temeu a reação da rival neste sábado, no final do segundo set.

Serena havia caído de rendimento na parcial e acabou perdendo dois saques seguidos para Henin, que crescia no jogo. "Eu não queria perder daquele jeito. Eu disse para mim mesmo: preciso reagir e começar a jogar melhor", declarou a campeã, que se recuperou no terceiro set e fechou em 6/2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.