Serena diz que duvidava de sua campanha na Austrália

'Estava jogando um tênis preguiçoso no começo e estava duvidando de mim mesma', admite a americana

AE, Agencia Estado

31 de janeiro de 2009 | 10h37

Após a vitória fácil sobre a russa Dinara Safina na decisão do Aberto da Austrália, neste sábado, a norte-americana Serena Williams, que voltou ao topo do ranking da WTA, confessou que não acreditava na sua campanha no início da competição. Veja também:Serena Williams é campeã do Aberto da Austrália"Estava jogando um tênis preguiçoso no começo e estava duvidando de mim mesma", admitiu a nova tenista número 1 do mundo. "Tenho que agradecer a minha mãe por ter me apoiado nesta semana. A primeira semana foi difícil, mas conseguimos superar", declarou Serena. Diante da facilidade para vencer a adversária, por 2 sets a 0, com parciais de 6/0 e 6/3, a americana afirmou que se esforçou para não perder a concentração durante a decisão. "Vi que foi muito rápido. Eu apenas dizia ''quero me manter concentrada''", afirmou Serena, que também elogiou Safina. "Ela é uma guerreira. Nunca desiste". A americana, que também faturou o torneio de duplas, ao lado da irmã Venus, agradeceu o apoio da torcida australiana. "Eu absolutamente adoro jogar aqui. Vocês torcem tanto por mim. Não vejo isso em nenhum outro lugar. Agradeço muito a vocês".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.