Barbara Wolton/Efe
Barbara Wolton/Efe

Serena e Sharapova vencem e farão final do Aberto da Austrália

Favoritas confirmam poderio e decidem o título após passarem por compatriotas nas semifinais em vitórias pelo placar de 2 sets a 0

Estadão Conteúdo

29 de janeiro de 2015 | 08h52

Serena Williams e Maria Sharapova confirmaram favoritismo nas semifinais desta quinta-feira e irão se enfrentar, neste sábado, na decisão da chave de simples feminina do Aberto da Austrália. Tenista número 1 do mundo e grande favorita ao título, a norte-americana avançou ao vencer a sua compatriota Madison Keys por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 6/2. Já a atual segunda colocada do ranking mundial arrasou a também russa Ekaterina Makarova por 6/3 e 6/2.

Esse será o 19º duelo entre Serena e Sharapova, sendo que a tenista dos Estados Unidos leva ampla vantagem no retrospecto, com 16 vitórias e duas derrotas, ambas ocorridas no distante ano de 2004. Curiosamente, essa será também a primeira vez desde 2004 que as duas primeiras cabeças de chave do Aberto da Austrália se enfrentarão na decisão feminina do Grand Slam realizado em Melbourne.

Serena vem de 15 vitórias seguidas sobre Sharapova, batida pela rival por duas vezes no ano passado (em Brisbane e Miami) e por outras duas vezes em decisões de Grand Slam (em Roland Garros em 2013 e no próprio Aberto da Austrália de 2007). Já a russa só conseguiu levar a melhor sobre a adversária na decisão de Wimbledon de 2004 e no mesmo ano no torneio que reúne as melhores tenistas da temporada, hoje chamado de Masters da WTA, em Los Angeles.

Para ir à decisão na Austrália, Serena bateu a surpreendente Keys, algoz de sua irmã mais velha, Venus Williams, que foi superada pela jovem revelação de 19 anos, esta pela primeira vez na semifinal de um Grand Slam. 

Hoje na 35ª posição do ranking mundial, ela travou um primeiro set equilibrado com a número 1 do mundo. Com uma quebra de saque conquistada por cada jogadora, a parcial só foi decidida no tie-break, no qual Serena foi um pouco melhor para fazer 7/5. Já no segundo set, desta vez sem ter o serviço quebrado e convertendo dois de 11 break points, a favorita aplicou o 6/2 que liquidou o confronto em 84 minutos.

Já Sharapova teve ainda mais facilidade para ir à decisão. Embora tenha tido o seu saque quebrado por uma vez no primeiro set diante de Makarova, atual 11ª colocada do ranking mundial, converteu dois de sete break points para assegurar a vantagem inicial de 6/3. Já na segunda parcial, desta vez sem sofrer quebrar, Sharapova foi feliz nas duas oportunidades que teve de ganhar games no serviço da adversária para fazer o 6/2 que deu fim ao duelo.

Aos 33 anos de idade, Serena ganhou as cinco finais que disputou do Aberto da Austrália até hoje e irá se tornar a tenista mais velha a jogar a decisão em Melbourne na Era Aberta do tênis profissional, iniciada em 1968. Já Sharapova se sagrou campeã do Aberto da Austrália em 2008, mas caiu nas decisões de 2007, diante de Serena, e de 2012, contra a bielo-russa Victoria Azarenka.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.