Franck Robichon/EFE
Franck Robichon/EFE

Serena inicia busca pelo hexa com vitória fácil sobre Ashleigh Barty

A norte-americana espera repetir este ano o desempenho de 2013 quando conquistou 11 títulos

Agência Estado

13 de janeiro de 2014 | 09h44

MELBOURNE - No último jogo desta segunda-feira na chave de simples feminina do Aberto da Austrália, a norte-americana Serena Williams não teve maiores problemas para confirmar o seu franco favoritismo diante da australiana Ashleigh Barty, batida por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1, em Melbourne.

A tenista número 1 do mundo, que acumula cinco títulos do Grand Slam australiano, após as taças obtidas em 2003, 2005, 2007, 2009 e 2010, iniciou a sua luta pelo hexacampeonato depois de realizar uma temporada espetacular em 2013, quando ganhou 78 de 82 partidas e acumulou 11 títulos.

Entretanto, Serena não fatura o Aberto da Austrália desde 2010 e espera comprovar o seu domínio no tênis feminino no primeiro Grand Slam desta temporada, sendo que já iniciou 2014 conquistando o título do Torneio de Brisbane.

Nesta segunda-feira, Serena precisou de apenas 57 minutos para despachar Ashleigh Barty, atual 155ª colocada do ranking mundial e de apenas 17 anos de idade. Com cinco quebras de saque em dez oportunidades e sem ter o serviço ameaçado nenhuma vez, a norte-americana foi absoluta diante da adolescente da casa.

Em números gerais, Serena deixou claro a sua superioridade ao contabilizar 31 bolas vencedoras, contra apenas cinco de Barty, autora de apenas cinco winners. Para completar, a norte-americana ganhou todos os 20 pontos que disputou quando encaixou o seu primeiro saque.

Assim, Serena garantiu vaga na segunda rodada e terá como próxima adversária em Melbourne a sérvia Vesna Dolonc, que na estreia derrotou a espanhola Lara Arruabarrena Vecino por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 2/6, 6/2 e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.