Serena supera Capriati e é campeã

Não deu nem para duvidar da incrível força e habilidade de Serena Williams. Mesmo diante de uma adversária poderosa como Jennifer Capriati, conquistou o título do torneio de Miami, numa das finais mais bem disputadas da competição, ao vencer por 2 sets a 0, com parciais equilibradas de 7/5 e 7/6 (7/4). A torcida esteve com a queridinha dos Estados Unidos, Capriati, mas ao final da partida rendeu-se a eficiência do jogo da "afro-americana", como são chamados os negros nos Estados Unidos, que lutou com determinação pela conquista deste título. Só para se ter uma idéia do equilíbrio desta partida, o primeiro set teve 58 minutos de duração - normalmente as séries são resolvidas em aproximadamente 30 minutos. O segundo set foi ainda mais equilibrado, com decisão apenas no tie break: 7/6, com 7/4 para Serena, depois de 64 minutos de muita luta e uma efusiva comemoração pelo título, quase que como uma resposta ao visível apoio do público para Capriati, uma tenista querida pela torcida pelo fato de ter se recuperado das drogas e este ano ter conquistado, inclusive, o título do Aberto da Austrália, em Melbourne. A final masculina do Masters Series de Miami será neste domingo, a partir das 14 horas, com transmissão pela SporTV, entre a revelação suíça Roger Federer, de 20 anos e responsável pela eliminação do número 1 do mundo, Lleyton Hewitt, diante do experiente e campeão do ano passado, o norte-americano Andre Agassi, que passou por Marcelo Rios nas semifinal, quando o tenista chileno desisitiu do jogo no terceiro set, por não aguentar mais o ritmo da partida e estar sentindo uma contusão no joelho direito.

Agencia Estado,

30 Março 2002 | 16h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.