Paul Crock/AFP
Paul Crock/AFP

Serena vence espanhola de virada e vai às quartas na Austrália

Líder do ranking mundial, tenista estadunidense sofreu para bater Garbine Muguruza, 'algoz' da última edição de Roland Garros

Estadão Conteúdo

26 de janeiro de 2015 | 09h09

A norte-americana Serena Williams encontrou dificuldades, mas dessa vez conseguiu derrotar a sua algoz da última edição de Roland Garros. Nesta segunda-feira, a número 1 do mundo avançou para as quartas de final do Aberto da Austrália ao derrotar a espanhola Garbine Muguruza, 24.ª colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 1, com parciais de 2/6, 6/3 e 6/2, em 2 horas.

Bastante agressiva, Serena superior nos números do confronto com 17 aces contra quatro de Muguruza e 41 winners diante dos 29 da espanhola. Além disso, elas tiveram o mesmo número de erros não-forçados (35). O primeiro set da partida, porém, foi dominado por Muguruza, que conquistou quebras de serviço no quinto e sétimo games e venceu a parcial por 6/2. Serena, então, abriu 2/0 no segundo set, mas perdeu o seu saque em seguida.

O duelo seguiu igual até o oitavo game, quando a norte-americana converteu mais um break point, encaminhando o seu triunfo por 6/3. O terceiro set foi mais tranquilo para Serena. A número 1 do mundo conseguiu quebrar o serviço de Muguruza no terceiro e sétimo games, vencendo a parcial por 6/2, o que garantiu a sua passagem para as quartas de final do Aberto da Austrália.

A próxima adversária de Serena será a eslovaca Dominika Cibulkova. A número 10 do mundo se garantiu nas quartas de final em Melbourne ao derrotar a bielo-russa Victoria Azarenka, 44ª colocada no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 3/6 e 6/3, em 2 horas e 10 minutos.

Azarenka fez mais aces na partida (5 a 3), mas Cibulkova disparou mais winners: 44 a 32. Além disso, elas terminaram o duelo desta segunda-feira com o mesmo número de erros não-forçados - 29.

Além e Serena, a sua irmã Venus Williams também se garantiu nas quartas de final do Aberto da Austrália nesta segunda-feira. A número 18 do mundo derrotou a polonesa Agnieszka Radwanska, sexta colocada no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 2/6 e 6/1, em 2 horas e 5 minutos. Venus não alcançava as quartas de final de um torneio do Grand Slam desde a edição de 2010 do US Open, quando parou nas semifinais.

E os Estados Unidos terão ao menos uma representante nas semifinais da chave feminina do Aberto da Austrália, afinal, a próxima adversária de Venus será uma norte-americana. Em um duelo entre compatriotas, Madison Keys, a número 35 do mundo, se deu melhor ao bater Madison Brengle, 64ª colocada no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.