Jeff Gross/AFP
Jeff Gross/AFP

Serena Williams bate alemã e vai pegar Sharapova nas oitavas em Paris

Ex-número 1 do mundo derrotou Julia Görges por 2 sets 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em apenas 1h15min de partida

Estadão Conteúdo

02 Junho 2018 | 15h50

A norte-americana Serena Williams mostrou estar de volta à ótima forma neste sábado, ao vencer com facilidade e ir às oitavas de final de Roland Garros. A ex-número 1 do mundo derrotou a alemã Julia Görges por 2 sets 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em apenas 1h15min de partida.

Com 'pneu', favorita Halep bate alemã e vai às oitavas em Roland Garros

Dona de 23 títulos do Grand Slam, Serena não jogava em um dos quatro principais torneios do tênis desde que havia sido campeã do Aberto da Austrália de 2017, quando já estava grávida do seu primeiro filho. E hoje apenas a número 451 do mundo, ela pouco atuou nesta temporada, só tendo participado dos Torneios de Miami e de Indian Wells no circuito da WTA.

Mesmo diante deste cenário e enfrentando a 11.ª cabeça de chave em Roland Garros, ninguém duvidava da capacidade de Serena. E a norte-americana correspondeu em quadra. Ela confirmou três das 11 oportunidades de quebra que teve e imprimiu seu ritmo intenso para derrotar a adversária e ir à próxima fase.

Agora, Serena terá pela frente uma velha conhecida. Afinal, a tenista vai encarar uma outra ex-número 1 do mundo: a russa Maria Sharapova, que também busca retomar a melhor forma após ficar um longo período afastado do tênis, mas por suspensão por uso de doping.

As veteranas tenistas já se enfrentaram nada menos do que 21 vezes na carreira, com vantagem esmagadora de Serena, que venceu 19 destes confrontos. A última vez que Sharapova levou a melhor sobre a norte-americana foi no longínquo ano de 2004, nos Estados Unidos.

Em outro confronto encerrado neste sábado, a alemã Angelique Kerber avançou às oitavas ao derrotar a holandesa Kiki Bertens por 2 sets a 0, com duplo 7/6 (7/4). Agora, a cabeça de chave número 12 vai encarar a francesa Caroline Garcia, sétima favorita em Paris.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.