Mark Humphrey/AP
Mark Humphrey/AP

Serena Williams é eleita a melhor tenista do ano pela quarta vez

Atleta viveu temporada fantástica, com títulos em Wimbledon, US Open e ouro olímpico

AE, Agência Estado

29 de novembro de 2012 | 10h14

PALM BEACH - Depois de realizar uma temporada fantástica, Serena Williams foi eleita nesta quinta-feira a melhor tenista do ano pela WTA, a entidade que controla o tênis profissional feminino mundial. A norte-americana ganhou essa honraria também em 2002, 2008 e 2009 e agora acabou consagrada em um 2012 no qual se sagrou campeã de Wimbledon e do US Open e faturou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres.

Após um início de ano na qual amargou derrotas inesperadas, Serena iniciou um desempenho devastador a partir da temporada de saibro, acumulando incríveis 48 vitórias em 50 partidas, naqueles que foram os sete meses mais vitoriosos de uma tenista na história desta modalidade, conforme destacou a WTA nesta quinta em seu site oficial.

No período vitorioso, além de levar dois títulos de Grand Slam e o ouro olímpico em Londres, a norte-americana foi campeão nos torneios de Charleston e Stanford, nos Estados Unidos, de Madri, na Espanha, e faturou o Masters da WTA, em Istambul.

Para completar, Serena ainda ganhou dois títulos de duplas da WTA nesta temporada, sendo um deles o seu 13.º de um Grand Slam em Wimbledon e o outro foi o seu terceiro ouro olímpico em duplas, em ambas ocasiões atuando ao lado da sua irmã Venus.

Apenas duas tenistas ganharam mais vezes do que Serena o título de melhor tenista do ano concedido pela WTA. A maior vencedora deste prêmio foi a alemã Steffi Graf, com oito troféus desta honraria, enquanto Martina Navratilova veio logo atrás, com sete. Já outras quatro jogadoras foram eleitas por duas vezes a melhor de uma temporada. São elas: Monica Seles, Lindsay Davenport, Justine Henin e Kim Clijsters.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisWTASerena Williams

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.