Serena Williams sofre, mas derrota compatriota de virada

Número 1 do mundo sofre, mas continua na briga por feito inédito

Estadão Conteúdo

04 de setembro de 2015 | 22h45

Na sua luta pelo inédito feito de conquistar os quatro torneios de Grand Slam da mesma temporada, a norte-americana Serena Williams passou por um drama nesta sexta-feira na quadra Arthur Ashe, em Nova York. Pela terceira rodada do US Open, a número 1 do mundo sofreu bastante e esteve perto da eliminação contra a compatriota Bethanie Mattek-Sands, apenas a 101.ª colocada do ranking da WTA. De virada, após 1 hora e 49 minutos, venceu por 2 sets a 1 - com parciais de 3/6, 7/5 e 6/0.

Nas oitavas de final, no domingo, Serena Williams terá outra compatriota pela frente. Será Madison Keys, 19.ª colocada da WTA, que surpreendeu ao derrotar a polonesa Agnieszka Radwanska, número 15 do mundo, por 2 sets a 0 - com parciais de 6/3 e 6/2. As duas norte-americanas reeditarão a semifinal do Aberto da Austrália deste ano, em janeiro, no único duelo anterior entre elas.

Nesta sexta-feira, Serena William sofreu como na segunda rodada contra a holandesa Kiki Bertens. De forma inteligente, Bethanie Mattek-Sands, que gosta de usar um visual diferente com meiões levantados até os joelhos, apostou em variação de golpes e abusou das subidas à rede. Assim, não deixou a número 1 do mundo respirar e se deu bem até a metade do segundo set - já havia ganho o primeiro e equilibrava o segundo.

A partir daí, Serena Williams colocou a cabeça no lugar e começou a acertar os seus potentes golpes, fazendo a rival correr mais. A suada vitória no segundo set por 7/5 desanimou Bethanie Mattek-Sands, que mostrou claros sinais de cansaço na terceira parcial, ganha facilmente pela líder do ranking da WTA com um "pneu" (6/0).

Também em três sets, a canadense Eugenie Bouchard passou às oitavas de final. Contra a eslovaca Dominika Cibulkova, a cabeça de chave número 25 ganhou com as parciais de 7/6 (11/9), 4/6 e 6/3. Sua próxima rival será a italiana Roberta Vinci, que bateu a colombiana Mariana Duque-Marino também por 2 a 1 - parciais de 6/1, 5/7 e 6/2.

Por fim, a estoniana Anett Kontaveit ganhou da norte-americana Madison Brengle por 2 sets a 1 - com parciais de 6/2, 3/6 e 6/0 - e agora jogará contra a irmã mais velha de Serena Williams, Venus, que mais cedo havia eliminado a suíça Belinda Bencic.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.