Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Sharapova brilha e deixa Serena na ira

A bela e talentosa Maria Sharapova brilhou como estrela maior em Miami, na festa dos melhores do tênis mundial. Numa cerimônia elegante, no hotel Four Seasons, ganhou todos os prêmios em que concorria, superou até mesmo a líder do ranking, Lindsay Davenport, ao ser escolhida a "melhor do ano", foi eleita a preferida dos fãs, em pesquisa pela Internet, e ainda levou o troféu de jogadora que mais cresceu na temporada de 2004.O seu aparecimento, no ano passado, levantou o tênis feminino, atraiu novos patrocinadores, encheu arquibancadas e aqueceu a mídia internacional. Seu sucesso, porém, não agrada todos e provocou a ira de Serena Williams, que na entrevista coletiva de campeã do torneio de Miami ironizou o interesse pela tenista russa. "Não sei se vocês sabem", disse Serena olhando para o jornalistas que tinham perguntado à tenista norte-americana se achava justo tantos prêmios para Sharapova. "Mas tenho uma companhia de moda, onde estou trabalhando intensamente numa nova linha para o outono. Sou atriz. Estou em vários seriados. Tenho andado muito ocupada", e acrescentou com um risinho falso. "Eu não penso em outras pessoas, porque tenho de estar concentrada em mim. E não penso sobre Sharapova ou qualquer outra jogadora do circuito. Não tenho tempo."Campeã em Miami, ano passado, e do Aberto da Austrália este ano, Serena revelou-se bastante incomodada com o sucesso de Maria Sharapova. Fez muitas cenas na sua entrevista coletiva, como falar freqüentemente no celular e confundiu-se em respostas e entrou em contradição. Disse primeiro que sequer lembrava de seus resultados diante de Sharapova, mas logo a seguir contou em detalhes sua campanha em Melbourne, em janeiro. "Cheguei ao Aberto da Austrália sem muitas expectativas, não vinha treinando muito por causa de meu joelho. Mas sei que passei por Sharapova nas semifinais e ganhei de Lindsay Davenport na final."Oscar - No foco das câmeras, segurando troféus, Maria Sharapova dividiu simpatia e atenção com o suíço Roger Federer. Pela primeira vez na história a ATP e a WTA - as associações masculina e feminina - se uniram para premiar os melhores do ano, numa festa que tem tudo para se transformar no "Oscar" do tênis. Federer também levou três premiações, a de jogador do ano - pelos 11 títulos conquistados em 2004 - foi também o escolhido pelos fãs na Internet - concorreu com Gustavo Kuerten nesta indicação - e levou ainda o troféu Stefan Edberg de tenista de maior esportividade no circuito.Serena Williams também levou um prêmio, o de tenista de melhor volta ao circuito, depois de contusão. No masculino, este troféu foi para Tommy Haas. Entre os tenistas que mais cresceram no ano passado, o prêmio ficou com o sueco Joachim Johansson, com Sharapova no feminino. Entre as revelações, mais uma belgade russa Tatiana Golovin, que joga pela França, e no masculino este prêmio foi para Florian Mayer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.