Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Sharapova e Serena fazem a final do Aberto da Austrália

A russa Maria Sharapova venceu a belga Kim Clijsters nesta quinta-feira e classificou-se para a final do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam do ano. Em sua melhor exibição até aqui no torneio, ela bateu Clijsters por 2 sets a 0 (6/4 e 6/2), em apenas uma hora e 23 minutos de partida.Serena Williams será a adversária da primeira russa a chegar à final em Melbourne. A norte-americana, ex-número um do mundo e bicampeã da competição, derrotou a jovem checa Nicole Vaidisova também por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 6/4.Para Sharapova, a decisão será uma vingança contra Serena, já que, há dois anos, a russa foi eliminada pela norte-americana nas semifinais ao levar uma histórica virada. Porém, nos confrontos diretos há mostra equilíbrio, com dois triunfos para cada lado.Apesar dos inúmeros erros que cometeu, Sharapova soube lidar com as adversidades da partida. "Cometi algumas duplas faltas na hora errada, mas também usei bem o primeiro saque quando precisava", afirmou a tenista, que completou: "Serena está jogando um grande tênis e estou ansiosa por enfrentá-la".A norte-americana não conseguia esconder a felicidade ao final de seu jogo. "Eu não acredito, é fantástico. Eu não tinha nada a perder e tenho me divertido muito aqui. Ela jogou alguns pontos muito bem e fez até com que eu me lembrasse dos meus melhores momentos". Com 26 títulos em sua carreira de simples (sendo sete em Grand Slam), Serena tem sido prejudicada por uma série de lesões, tanto que aparece apenas na 81ª posição do ranking mundial.Sharapova chega à decisão tendo perdido apenas um set, na estréia diante da francesa Camille Pin, em que a russa sofreu com os 40º C que faziam na quadra central de Melbourne. Depois disso, ela venceu a italiana Tathiana Garbin e suas compatriotas Anastassia Rodionova, Vera Zvonareva e Anna Chakvetadze.

Agencia Estado,

25 de janeiro de 2007 | 08h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.