Yuri Kadobnov/AFP
Yuri Kadobnov/AFP

Sharapova luta, mas perde na estreia no Torneio de Moscou

Ex-número 1 do mundo foi derrotada em casa pela eslovaca Magdalena Rybarikova pelo placar de 2 sets a 0

Estadão Conteúdo

17 Outubro 2017 | 13h58

Maior esperança da torcida local, a russa Maria Sharapova decepcionou os fãs nesta terça-feira ao ser eliminada logo na estreia no Torneio de Moscou, na Rússia. A ex-número 1 do mundo foi derrotada pela eslovaca Magdalena Rybarikova pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/3) e 6/4, em 1h55min de duelo.

+ Sharapova sobe no ranking e assume 57º lugar após título em Tianjin​

+ Sharapova celebra primeiro título após suspensão: 'Eu me lembrarei para sempre'

Sharapova sonhava em buscar o segundo título seguido desde seu retorno às quadras, em abril. A russa foi campeã em Tianjin, na China, no fim de semana, em sua primeira conquista desde a suspensão de 15 meses por doping. Mas, apesar do apoio da torcida, acabou caindo na estreia em Moscou.

Atual 57ª do mundo, a tenista da casa lutou bastante contra a 26ª do ranking. Rybarikova venceu com duas quebras de saque em toda a partida, contra uma de Sharapova. O set inicial foi decidido somente no tie-break, após cada tenista obter uma quebra de serviço. No segundo, a eslovaca se saiu melhor e se impôs no saque da local para vencer o jogo.

Diante do esforço no duro confronto, Sharapova não escondeu o cansaço. Foi a sua quinta partida em sete jogos, em razão da campanha vencedora em Tianjin. Em Moscou, ela buscava ir longe na chave para somar muitos pontos e dar novo salto no ranking, após ganhar 29 posições no ranking atualizado na segunda-feira.

Nas oitavas de final, Rybarikova vai enfrentar a francesa Alize Cornet. Em outras partidas desta terça, avançaram a romena Irina Begu, a alemã Julia Görges, a russa Natália Vikhlyantseva e a bielo-russa Vera Lapko.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.