Dmitri Lovetsky/AP
Dmitri Lovetsky/AP

Sharapova opera ombro direito e não disputará o Torneio de Miami em março

Problema físico já havia atrapalhado a russa no Aberto da Austrália

Redação, Estadão Conteúdo

27 de fevereiro de 2019 | 18h38

A fase não anda nada boa para a russa Maria Sharapova. Sofrendo com uma lesão em seu ombro direito já há algum tempo - que a atrapalhou no Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada -, a tenista revelou nesta quarta-feira que passou há uma semana por uma pequena cirurgia no local, o que a obrigou a desistir de disputar na segunda quinzena de março o Torneio de Miami, nos Estados Unidos. Antes já havia anunciado que não jogaria em Indian Wells, a partir da semana que vem.

"Como muitos de vocês sabem, tenho lutado com a dor no meu ombro desde o ano passado. Depois de algumas opiniões diferentes, resolvi passar por uma pequena cirurgia na semana passada, que levará algumas semanas para cicatrizar. Estou incrivelmente empenhada em voltar forte e sem a dor com a qual estava jogando no começo do ano", disse a russa.

Ex-número 1 do mundo e atual 29.ª colocada na WTA, Sharapova não terá muitos prejuízos no ranking com a desistência dos eventos norte-americanos, já que na temporada passada ela caiu na estreia na Califórnia e não participou do torneio na Flórida.

Sharapova, de 31 anos, disputou apenas oito jogos em 2019 - são seis vitórias e duas derrotas. Em Melbourne, no Aberto da Austrália, a russa foi eliminada nas oitavas de final. Ela já havia operado o ombro direito em 2008. A volta ao circuito profissional só deverá acontecer no Torneio de Stuttgart, na Alemanha, em 22 de abril.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisMaria Sharapova

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.