Ian Langsdon/EFE
Ian Langsdon/EFE

Sharapova será porta-bandeira da Rússia na Olimpíada

Tenista confirmou escolha do Comitê Olímpico para honraria na abertura dos Jogos de Londres

AE, Agência Estado

19 de junho de 2012 | 09h46

MOSCOU - Atual tenista número 1 do mundo,Maria Sharapova confirmou nesta terça-feira que foi escolhida pelo Comitê Olímpico da Rússia para ser a porta-bandeira do seu país na cerimônia de abertura da Olimpíada de Londres, no dia 27 de julho.

Campeã de Roland Garros no último dia 9, a musa russa revelou, por meio de sua página no Facebook, que foi comunicada da decisão tomada pela entidade logo após passar da terceira rodada do Grand Slam francês. Durante a importante competição realizada em Paris, por sinal, ela assegurou a condição de nova líder do ranking mundial, posto que até então era ocupado pela bielo-russa Victoria Azarenka.

"Ah, finalmente eu posso compartilhar algumas notícias emocionantes com vocês! Depois da terceira rodada de Roland Garros, eu acordei com essa memorável mensagem: o Comitê Olímpico Russo me escolheu para ser a porta-bandeira na cerimônia de abertura da Olimpíada deste ano. Estou muito honrada, e especialmente animada porque será a primeira Olimpíada da minha carreira", comemorou Sharapova, antes de admitir que precisou "guardar segredo" por duas semanas após ser escolhida pela Rússia para ser a porta-bandeira do país em Londres.

Sharapova será a primeira mulher da história da Rússia a exercer esse papel em uma cerimônia de abertura de Olimpíada. Antes dela, Andrei Kirilenko, Aleksandr Popov, Andrey Lavrov e Aleksandr Karelin foram os últimos a empunhar a bandeira russa nas edições anteriores dos Jogos Olímpicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.