Sharapova sobe três posições após título em Cincinnati

Depois de conquistar o título do Torneio de Cincinnati, na noite de domingo, nos Estados Unidos, a tenista russa Maria Sharapova subiu três posições no ranking mundial, cuja lista semanal foi atualizada nesta segunda-feira pela Associação de Tênis Feminino (WTA, na sigla em inglês). Com isso, ela aparece agora na quarta posição.

AE, Agência Estado

22 de agosto de 2011 | 08h25

A ascensão de Sharapova foi a única mudança entre as 10 melhores do ranking. Para chegar lá, ela ultrapassou a bielo-russa Victoria Azarenka, a checa Petra Kvitova e a chinesa Na Li. Assim, a russa de 24 anos, agora com 24 títulos na carreira profissional, se aproxima do sonho de voltar a ser número 1 do mundo, posto que já ocupou em 2005.

Enquanto Sharapova se aproxima do topo da lista da WTA, mostrando que é forte candidata ao título do US Open - o quarto e último torneio do Grand Slam começa na próxima segunda-feira, em Nova York -, a liderança do ranking mundial segue nas mãos da dinamarquesa Caroline Wozniacki, seguida pela russa Vera Zvonareva e pela belga Kim Clijsters.

Com o vice-campeonato conquistado em Cincinnati, após perder por 2 sets a 1 para Sharapova na final de domingo, a sérvia Jelena Jankovic também subiu no ranking. Ex-número 1 do mundo, ela ganhou duas posições e aparece agora na 12ª colocação. Assim, conseguiu ultrapassar a polonesa Agnieszka Radwanska e a russa Svetlana Kuznetsova.

Confira as 10 melhores do ranking mundial:

1) Caroline Wozniacki (DIN) - 9.335 pontos

2) Vera Zvonareva (RUS) - 6.820 pontos

3) Kim Clijsters (BEL) - 6.501 pontos

4) Maria Sharapova (RUS) - 6.346 pontos

5) Victoria Azarenka (BLR) - 5.995 pontos

6) Petra Kvitova (RCH) - 5.685 pontos

7) Na Li (CHN) - 5.671 pontos

8) Francesca Schiavone (ITA) - 4.855 pontos

9) Marion Bartoli (FRA) - 4.225 pontos

10) Samantha Stosur (AUS) - 3.930 pontos

234) Ana Clara Duarte (BRA) - 240 pontos

Tudo o que sabemos sobre:
tênisSharapova

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.