Sharapova sofre na estréia do US Open

Nem mesmo a má fase técnica que tomou conta de Maria Sharapova desde que conquistou o título em Wimbledon foi suficientepara abalar seu carisma. Mais de 20 mil pessoas foram ver a estréia datenista russa no US Open, nesta terça-feira à noite em FlushingMeadows. E por mais de duas horas, a beldade russa precisou mostrartodo seu talento para sair de quadra com vitória sobre a norte-americana LauraGrenville por 6/3, 5/7 e 7/5, num jogo muito mais sofrido do que seesperava. Simpática e já se sentindo em casa em plena Nova York, Sharapovaagradeceu ao público pelo incentivo e confessou que a torcida foiimportante para buscar um bom resultado nesta estréia. "Acho também quea minha maior experiência em viver momentos difíceis na partida ajudoua vencer este jogo."VENUS - Já a norte-americana Venus Williams confirmou o seu favoritismo e venceu a hungara Petra Mandual por dois sets a zero, sem grandes problemas. As parciais foram de 6/3 e 7/6(7-3).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.