Simoni e Oncins antecipam o carnaval

O tênis brasileiro fez um Carnaval antecipado para festejar a vitória sobre o Marrocos por 3 a 0, e assegurar, já neste sábado, a classificação para as quartas-de-final do Grupo Mundial de 2001. Não poderia ter sido melhor a estréia do Brasil na Copa Davis. Com a vitória da dupla Jaime Oncins e Alexandre Simoni diante de Karim Alami e Hicham Arazi, por 3 sets a 0, parciais de 6/3, 6/3 e 6/3, a quadra central do Clube Marapendi, no Rio, transformou-se num grande salão de festa, com a torcida vibrando nas arquibancadas e os jogadores festejando aos pulos e abraços.O Brasil volta a jogar em abril, nos dias 6, 7 e 8, pelas quartas-de-final, muito provavelmente diante da Austrália e, neste caso, jogaria em Florianópolis. Nas partidas de simples, Gustavo Kuerten já havia marcado o primeiro ponto com a vitória sobre Karim Alami, por 3 sets a 2, e Fernando Meligeni derrotou Hicham Arazi, por 3 a 1.O tenista Alexandre Simoni disse que estava preparado para enfrentar os marroquinos porque atravessa o melhor momento de sua carreira. "Joguei muito bem e estava confiante em um bom resultado. É muito bom poder defender um país inteiro dentro de quadra", comemorou.Para Jaime Oncins, a partida foi traqüila e permitiu que os tenistas tivessem tempo para administrar o jogo. "Estávamos muito confortáveis em quadra, portanto, não poderia ser diferente", afirmou.No final do jogo, os companheiros Gustavo Kuerten e Fernando Meligeni entraram em quadra e comemoraram muito a vitória da dupla. "O Simoni demonstrou confiança à toda equipe e já pode jogar a próxima Davis sem problema algum", avaliou Guga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.