Simoni vai à semifinal do Aberto de SP

Com duas boas vitórias num mesmo dia - a primeira sobre Flávio Saretta e depois sobre o argentino Edgardo Massa -, Alexandre Simoni conquistou uma vaga nas semifinais do Aberto de São Paulo. Foi como um renascimento para este tenista brasileiro, que amargou o pior ano de sua vida em 2003, e agora retoma um bom caminho na carreira. Seu adversário deste sábado, no Parque Villa Lobos, será outro argentino, Juan Mônaco, que eliminou Marcelo Melo por 6/3, 7/6 (7/3) e 6/4.?Espero mesmo que esta vitória seja o fim de uma má fase e o reinício da minha vida no tênis", afirmou Simoni, nesta sexta-feira, depois de superar Flávio Saretta, em jogo que começou no dia anterior, foi interrompido pelas chuvas e só terminou em uma quadra coberta da Unysis Arena, em São Paulo.A vitória sobre Saretta foi determinante para levantar o ânimo de Alexandre Simoni. Venceu em três sets, de virada, com parciais de 2/6, 6/3 e 6/4. Feliz da vida, queria só esquecer tudo o que aconteceu na sua carreira no ano passado. "2003 foi péssimo. Tive todos os tipos de problemas, contusões, dificuldades de concentração e acabei disputando metade dos torneios que havia jogado no ano anterior. Encerrei a temporada em outubro, para dedicar mais tempo na pré-temporada", contou o jogador, que vem treinando com a equipe do Play Tennis, coincidentemente ao lado do próprio Saretta.Se para Simoni o dia foi inesquecível, para Saretta foi decepcionante. Tinha esperanças de conquistar o tricampeonato do Aberto de São Paulo, mas acabou se perdendo com tantas paralisações na partida e reencontrou-se com seu pior inimigo: a falta de determinação em alguns momentos."Perdi a concentração com tantas mudanças, paralisações e acho que o Simoni mereceu vencer. Jogou melhor?, admitiu Saretta.Em outro jogo da rodada desta sexta-feira, o chileno Adrian Garcia ganhou do argentino Frederico Browne por 4/6, 6/3 e 3/0 e desistência.Neste sábado, o Aberto de São Paulo terá a disputa das semifinais a partir das 10 horas, na quadra central do Parque Villa Lobos, sem cobrança de ingressos.

Agencia Estado,

09 de janeiro de 2004 | 18h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.