Divulgação
Divulgação

Bruno Soares avança na estreia nas duplas no Aberto da Austrália

André Sá e Teliana Pereira foram eliminados em Melbourne

Estadão Conteúdo

21 Janeiro 2016 | 10h05

Bruno Soares foi o único brasileiro a triunfar nesta quinta-feira nos torneios de duplas do Aberto da Austrália. Na estreia em Melbourne, o mineiro e o britânico Jamie Murray superaram Aisam-Ul-Haq Qureshi, do Paquistão, e Jonathan Marray, também da Grã-Bretanha, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em 1 hora e 18 minutos.

"Foi um jogo duro. De placar até parece relativamente confortável, mas era uma primeira rodada complicada. Estreia é sempre mais tenso. É clichê, mas é a verdade. O importante é que jogamos sólidos mais uma vez. Estou muito contente," comentou Soares.

O brasileiro e o irmão de Andy Murray sofreram com o saque dos adversários, que dispararam seis aces, mas ainda assim conseguiram duas quebras de serviço, uma em cada set. Além disso, salvaram os sete break points que os adversários tiveram, avançando à segunda rodada do Aberto da Austrália.

Soares e Murray iniciaram a parceria nesta temporada e até agora acumulam bons resultados, tanto que foram campeões do Torneio de Sydney e semifinalistas em Doha. Agora, em busca de uma vaga nas oitavas de final do primeiro Grand Slam da temporada, eles terão pela frente os poloneses Mariusz Fyrstenberg e Jerzy Janowicz.

SÁ E TELIANA PERDEM

Já os outros brasileiros que entraram em quadra em Melbourne nesta quinta-feira foram derrotados. André Sá e o australiano Chris Guccione não resistiram os irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan, a dupla mais vencedora da história do tênis, e perderam por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 7/6 (7/4), em 1 hora e 25 minutos.

O duelo foi equilibrado, tanto que só teve uma quebra de saque, obtida pelos irmãos Bryan no primeiro set. Porém, Sá e Guccione não tiveram sequer um break point no confronto e acabaram sendo eliminados.

Já a participação de Teliana Pereira em Melbourne chegou definitivamente ao fim nesta quarta-feira. Eliminada na estreia na chave de simples, agora ela caiu nas duplas. A brasileira e a colombiana Mariana Duque-Mariño perderam para a suíça Martina Hingis e a indiana Sania Mirza, hoje a melhor dupla do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3.

As sul-americanas cometeram cinco duplas-faltas em um duelo marcado pelo excesso de quebras de serviço - foram 11 em 17 games, sendo sete delas obtidas por Hingis e Mirza, que assim avançaram no Aberto da Austrália.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.