Divulgação
Divulgação

Soares e Jamie Murray vencem e estão na semifinal de duplas

Dupla do brasileiro elimina Raven Klaasen e Rajeev Ram

Estadão Conteúdo

26 Janeiro 2016 | 09h47

Após passar duas temporadas sem chegar à semifinal de um Grand Slam, Bruno Soares finalmente quebrou o jejum. O brasileiro, em início de parceria com o britânico Jamie Murray, alcançou a semi do Aberto da Austrália nesta terça-feira com a vitória suada sobre Raven Klaasen (África do Sul)/Rajeev Ram (EUA), por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (3/7), 6/4 e 7/6 (7/3).

A nova dupla entre Soares e Murray, formada para o início desta temporada, estreou alcançando a semifinal no Torneio de Doha (Catar) e na sequência conquistou o título em Sydney (Austrália).

A sequência já é uma das melhores da carreira de Soares, que nunca conquistou um título de Grand Slam em duplas masculinas (venceu duas vezes em duplas mistas). Até aqui na carreira, aliás, só disputou uma final, perdendo a decisão do US Open de 2013, quando ainda jogava com o austríaco Alexander Peya.

Na semifinal, quinta-feira, Soares e Murray vão enfrentar Adrian Mannarino/Lucas Pouille, dupla francesa que, também nesta terça, passou pelos cabeças de chave número 1, Horia Tecau (Romênia)/Jean-Julien Rojer (Holanda), por 2 sets a 1. Tanto Mannarino, de 27 anos, quanto Pouille, de 21, nunca haviam passado da segunda rodada de um Grand Slam em duplas. Os dois são Top 100 do mundo em simples, respectivamente na 48.º e na 90.ª posição.

Na outra chave semifinal, Daniel Nestor (Canadá)/Radek Stepanek (República Checa) vai jogar contra Pablo Cuevas (Uruguai)/Marcel Granollers (Espanha). Num torneio no qual os principais cabeças de chave caíram cedo, Murray e Soares são favoritos. O brasileiro e o britânico têm a cabeça de chave número 7, enquanto Cuevas/Granollers eram a 16.ª dupla favorita.

Antes de voltarem a jogar juntos, Soares e Murray se enfrentam nesta quinta-feira em Melbourne pelas quartas de final das duplas mistas. O brasileiro joga com a russa Elena Vesnina, enquanto o britânico tem a eslovena Katarina Srebotnik como parceira. Quem passar deve enfrentar os favoritos Martina Hingis (Suíça)/Leander Paes (Índia).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.