Divulgação
Divulgação

Soares e Melo se enfrentam na retomada do tênis no Masters 1000 de Cincinnati

Sorteio faz com que brasileiros se cruzem logo na primeira rodada

Redação, Estadão Conteúdo

21 de agosto de 2020 | 09h50

O sorteio da chave de duplas do Masters 1000 de Cincinnati, que neste ano será disputado no complexo do US Open, em Nova York, e marca a retomada do circuito masculino de tênis, colocou os dois representantes brasileiros frente a frente na primeira rodada, com os mineiros Bruno Soares e Marcelo Melo medindo forças logo de cara.

Melo e o polonês Lukasz Kubot são os cabeças de chave número 2 e estreiam contra Soares e o croata Mate Pavic, ainda em data a ser confirmada pela organização. Com as atuais formações, as duplas se enfrentaram apenas na final do Masters 1000 de Xangai, na China, do ano passado, com vitória de Melo e Kubot.

Apesar da felicidade pela volta do circuito, Soares lamentou um duelo prematuro contra o amigo. "Uma doideira essa primeira rodada, mas faz parte, acho que o mais importante para todo mundo, não só para mim, é poder ver o circuito de volta. Eu particularmente estou bem feliz de poder voltar a competir", afirmou.

"É uma estreia super chata com os dois representantes do Brasil que gostariam de estar o mais longe possível um do outro. A expectativa é sempre boa, mas é difícil falar depois de cinco meses sem jogar uma partia. O mais importante é voltar a competir e à rotina que a gene não tinha", acrescentou Soares.

Excepcionalmente neste ano, o Masters 1000 de Cincinnati está acontecendo em Nova York. A medida visa reduzir deslocamentos dos tenistas e criar uma bolha sanitária que minimize o risco de transmissão do novo coronavírus antes do US Open. O Grand Slam norte-americano começará no próximo dia 31.

Simples

O retorno do cearense Thiago Monteiro ao circuito foi com um triunfo na noite de quinta-feira. O número 1 do Brasil e 82.º do mundo estreou no qualifying vencendo o duelo sul-americano contra o argentino Federico Coria, 104.º do ranking da ATP, por 6/3 e 6/4 e agora está a uma vitória de entrar na chave principal.

Monteiro enfrentará na próxima rodada, já nesta sexta-feira, o jovem finlandês Emil Ruusuvuori, de 21 anos e 101.º do mundo, que surpreendeu o francês Jeremy Chardy (cabeça 2 do quali e número 59 da ATP) com as parciais de 6/0 e 6/4.

Os últimos jogos oficiais de Monteiro foram no início de março durante o confronto entre Brasil e Austrália pela Copa Davis, em Adelaide. Na ocasião, ele perdeu as partidas para John Millman e Jordan Thompson.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisBruno SoaresMarcelo Melo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.