Daniel Leal-Olivas/AFP
Daniel Leal-Olivas/AFP

Soares e Murray são campeões em Washington e faturam 2º título no ano

O título do evento na capital dos Estados Unidos é o segundo de Soares e Murray nesta temporada

Estadão Conteúdo

05 Agosto 2018 | 18h01

O brasileiro Bruno Soares conquistou neste domingo o título da chave de duplas do Torneio de Washington, ATP 500 disputado em quadras duras. Na decisão, o mineiro e o britânico Jamie Murray derrotaram, de virada, o norte-americano Mike Bryan e o francês Edouard Roger Vasselin por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/3 e 10/4.

+Soares e Murray vencem e se garantem na final de duplas em Washington

+Bruno Soares e Jamie Murray buscam virada e vão às semifinais em Washington

O título do evento na capital dos Estados Unidos é o segundo de Soares e Murray nesta temporada, pois eles faturaram o Torneio de Acapulco no início do ano, e o oitavo da parceria. Já o brasileiro acumula 28 troféus na sua carreira em 55 decisões, sendo que em 2018 perdeu finais em Queen's e Doha.

"Estou muito feliz com o 28º título e a final número 55. São números que eu nunca sonhei em alcançar. Estou muito feliz com tudo isso. Agora vamos correr pra Toronto. A gente não para. Vamos tentar manter esse embalo para o Masters 1000", disse o brasileiro.

Na decisão, Soares e Murray tiveram um início ruim, permitindo que os rivais abrissem 3/1, encaminhando a vitória, definida por 6/3. No segundo set, porém, eles deram o troco, com dois break points convertidos, devolvendo o placar de 6/3. E ganharam fácil o match tie-break, após abrirem 5/1.

"Tudo isso é muito legal. Foi uma baita semana para a gente. Começamos super bem a temporada de quadra rápida e agora com mais um título de ATP 500. Foi uma final duríssima. Começamos meio devagar, mas terminamos super bem, em um piso que a gente adora jogar. Tenho muita coisa positiva para tirar daqui," analisou o brasileiro, que estava em 14º lugar no ranking de duplistas e vai figurar entre os dez melhores após a atualização da lista nesta segunda-feira.

 

 

Mais conteúdo sobre:
tênisBruno SoaresJamie Murray

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.