Soares e Murray são eliminados nas quartas de final em Roland Garros

Revés veio por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (3/7) e 6/7 (4/7)

O Estado de S.Paulo

05 de junho de 2017 | 14h34

Bruno Soares e Jamie Murray foram eliminados de Roland Garros nesta segunda-feira. Brasileiro e escocês se despediram da chave de duplas ao serem derrotados, de virada, pelo norte-americano Donald Young e pelo mexicano Santiago Gonzalez por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (3/7) e 6/7 (4/7).

Com a derrota, Soares segue sem conseguir alcançar a final do Grand Slam francês, do qual ainda não foi campeão. Seu melhor resultado é a semifinal em 2008 e 2013. No ano passado, caiu nas oitavas de final. O brasileiro também jogou a chave mista em Paris, mas caiu na rodada de abertura.

Apesar da queda nas quartas, Soares e Murray devem ganhar posições nos dois rankings de duplas - individual e em parceria. Isso porque foram mais longe neste ano e também em razão da queda precoce de outros favoritos, em fases anteriores.

O resultado manteve o jejum de troféus da dupla do brasileiro no saibro. Desde que passaram a jogar juntos no início do ano passado, Soares e Murray só conseguiram uma final nesta superfície, no Masters 1000 de Montecarlo do ano passado. Já no piso duro eles vêm brilhando com frequência, com dois títulos de Grand Slam em 2016, no Aberto da Austrália e no US Open.

Apesar da condição de dupla cabeça de chave número 5 em Roland Garros, Soares e Murray tiveram dificuldades contra Gonzalez e Young nesta segunda. Depois de um set inicial mais tranquilo, eles não foram efetivos nos pontos decisivos da partida e acabaram levando a virada em dois tie-breaks. Mexicano e norte-americano fecharam o jogo após duelo de 2h19min.

Curiosamente, Soares e Murray faturaram uma quebra de saque a mais do que os vencedores da partida: 3 a 2. E anotaram mais pontos no total: 119 a 111.

Na semifinal, os algozes de Soares poderão ter outro brasileiro pela frente. Trata-se de Rogério Dutra Silva, que joga ao lado do italiano Paolo Lorenzi em Roland Garros. Nesta terça-feira, eles vão encarar a parceria formada pelo sérvio Nenad Zimonjic e pelo espanhol Fernando Verdasco. Se vencerem, vão encarar Gonzalez e Young na briga pela grande final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.