AFP
AFP

Soares e Murray são surpreendidos por holandeses e ficam com vice em Sydney

Melhor dupla do mundo foi superada por Wesley Koolhof e Matwe Middelkoop por 2 sets a 0

Estadão Conteúdo

14 de janeiro de 2017 | 09h27

O brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray ficaram com o vice-campeonato do Torneio de Sydney, decidido neste sábado. Na grande final, a dupla cabeça de chave número 1 foi surpreendida pelos holandeses Wesley Koolhof e Matwe Middelkoop, que venceram por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/5.

Apesar da distância no ranking, Koolhof e Middelkoop dominaram a partida e fecharam o confronto em 1h14min. Os holandeses tiveram as mesmas três oportunidades de quebra de Soares e Murray, mas aproveitaram duas delas, uma em cada set, enquanto os adversários não venceram nenhum game no saque rival.

Campeões em 2016, Murray e Soares lutavam pelo bicampeonato em Sydney. Mas os holandeses surpreenderam e faturaram aquele que foi somente o terceiro título de duplas na carreira no circuito da ATP. O resultado também deve representar uma ascensão considerável no ranking para Koolhof, 62.º do mundo entre os duplistas, e Middelkoop, 59.º.

SIMPLES

Na chave de simples, o título ficou com o luxemburguês Gilles Muller. Sexto cabeça de chave da competição, ele confirmou o favoritismo ao derrotar o britânico Daniel Evans por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 (7/5) e 6/2, em 1h28min de partida neste sábado.

Esta foi somente a primeira conquista do veterano tenista de 34 anos no circuito da ATP. Número 34 do mundo, ele impediu que Evans, 67.º do ranking, também conquistasse seu primeiro troféu. Para isso, conseguiu 12 aces e aproveitou dois dos sete break points que teve a seu favor.

AUCKLAND

Já no Torneio de Auckland, quem ficou com o título foi o norte-americano Jack Sock. O tenista número 23 do mundo, quarto cabeça de chave da competição, levantou o troféu ao derrotar na decisão o português João Sousa por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 5/7 e 6/3. Esta foi a segunda conquista de simples do jogador no circuito da ATP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.