Reprodução/Twitter/ATP Tour
Reprodução/Twitter/ATP Tour

Soares e Murray sofrem, mas vencem de virada e vão às oitavas na Austrália

Brasileiro e britânico precisam de quase 2h de confronto para derrotar Bambridge/O'Mara

Redação, Estadão Conteúdo

19 de janeiro de 2019 | 10h58

O brasileiro Bruno Soares e o escocês Jamie Murray voltaram a exibir dificuldades na quadra rápida do Aberto da Austrália, nesta sexta-feira, mas garantiram lugar nas oitavas de final. A dupla cabeça de chave número três do primeiro Grand Slam da temporada venceu os britânicos Luke Bambridge e Jonny O'Mara, de virada, pelo placar de 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/2 e 7/5, em 1h58min de confronto.

Em um duelo equilibrado, apesar dos poucos resultados expressivos dos britânicos, Soares teve boa atuação ao longo dos três sets. Foi um belo "lob" do brasileiro, no fundo da quadra, que sacramentou a quebra de saque decisiva no terceiro set, o que encaminhou o triunfo da dupla. Ele também se destacou nas devoluções.

Soares e Murray terminaram o duelo com 20 bolas vencedoras, contra 31 dos rivais. A parceria do brasileiro falhou mais: foram 12 erros não forçados, contra apenas seis dos britânicos. Apesar da irregularidade atestada pelos números, brasileiro e escocês obtiveram três quebras de saque, em nova oportunidades, contra apenas duas dos adversários, em cinco chances.

Assim, Soares e Murray repetiram parte do roteiro do jogo de estreia, quando também tiveram dificuldades para fechar o jogo, no set final - na primeira rodada, venceram por 2 a 0. Nas oitavas de final, eles vão enfrentar o alemão Kevin Krawietz e o croata Nikola Mektic. A dupla também tem poucos resultados de relevância no circuito.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.