MAURO PIMENTEL / AFP
MAURO PIMENTEL / AFP

Bruno Soares e Jamie Murray vencem com facilidade na estreia em Roland Garros

Brasileiro e escocês arrasam dupla formada pelo israelense Jonathan Erlich e o sul-africano Lloyd Harris por 2 sets a 0

Redação, Estadão Conteúdo

25 de maio de 2022 | 09h31

Mesmo perdendo quase toda a temporada de saibro na Europa, Bruno Soares fez uma estreia tranquila em Roland Garros. Nesta quarta-feira, ele e o escocês Jamie Murray atropelaram o experiente israelense Jonathan Erlich e o sul-africano Lloyd Harris por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2.

Cabeças de chave número 10 do Grand Slam francês, Soares e Murray não perderam o saque em nenhum momento da partida - salvaram o único break point que enfrentaram. E, esbanjando superioridade, a dupla do brasileiro fechou a partida em apenas 59 minutos, sem desperdiçar energia, visando as próximas rodadas.

O próximo confronto será contra os vencedores do duelo entre os americanos Mackenzie McDonald e Tommy Paul e a dupla formada pelo experiente paquistanês Aisam Ul-Haq Qureshi e pelo casaque Aleksandr Nedovyesov.

Soares e Murray chegaram a Paris com apenas um torneio disputado sobre o saibro na temporada. A superfície não é a favorita deles, que costumam se destacar na quadra dura — os títulos de Grand Slam da parceria vieram no US Open e no Aberto da Austrália. Em Roland Garros, o melhor resultado do brasileiro foi o vice-campeonato, em 2020.

O único torneio preparatório de Soares e Murray para Roland Garros, neste ano, foi o Torneio de Genebra. Mas a dupla acabou sendo eliminada logo na estreia no saibro suíço, neste mês. Atual número 21 do mundo no ranking de duplas, o tenista brasileiro ainda busca seu primeiro título do ano. Ele soma agora sete vitórias e oito derrotas em 2022.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.