Julie Jacobson/AP
Julie Jacobson/AP

Soares perde na estreia em Roland Garros e encerra parceria com Jamie Murray

Brasileiro vai passar a jogar com o croata Mate Pavic, ex-número 1 do mundo

Redação, Estadão Conteúdo

28 de maio de 2019 | 09h30

A parceria entre Bruno Soares e Jamie Murray chegou ao fim nesta terça-feira. A dupla será encerrada após a decepcionante estreia em Roland Garros, com derrota para os italianos Lorenzo Sonego e Matteo Berrettini pelo placar de 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 7/5 e 7/6 (7/4).

Soares e Murray formavam a dupla cabeça de chave número dois. Mesmo assim, a dupla teve dificuldades a partir do segundo set contra os rivais, especialistas em saibro. Os italianos buscaram a virada num duelo parelho e fecharam o jogo após 2h10min. O equilíbrio da partida pôde ser confirmado pelos números. Cada dupla faturou duas quebras de saque. O jogo acabou sendo decidido nos detalhes, no tie-break.

A eliminação precoce também encerra a campanha da dupla no circuito. Na segunda-feira. Soares emitiu comunicado avisando que a parceria chegaria ao fim após Roland Garros, por iniciativa de Jamie. O brasileiro vai passar a jogar com o croata Mate Pavic, ex-número 1 do mundo, no ano passado, e atual 12º do ranking.

Soares e Murray passaram a jogar juntos no início de 2016 e, logo no ano de estreia, faturaram os dois Grand Slams da parceria: o Aberto da Austrália e o US Open, ambos em quadra rápida. No saibro e na grama, contudo, não conseguiram repetir as boas performances. Mesmo assim, conquistaram juntos 10 troféus.

O brasileiro vai passar a jogar com Pavic já na temporada de grama, que terá início logo após o fim de Roland Garros. Murray, por sua vez, ainda não anunciou com quem vai passar a jogar. Na grama, principalmente em Wimbledon, há chance de ele atuar com o irmão Andy, que se recupera de cirurgia no quadril e tem como meta voltar a jogar na chave de duplas em Londres.

Com a queda de Soares, o Brasil ainda conta com um representante na chave de duplas. Marcelo Melo também fará sua estreia nesta terça. Ele e o polonês Lukasz Kubot, seu parceiro de costume, vão enfrentar os espanhóis Roberto Carballes Baena e Jaume Munar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.