João Pires/Fotojump
João Pires/Fotojump

Sobrinho de Meligeni avança em Santiago; Bellucci e Menezes são eliminados

Felipe Meligeni venceu de virada o espanhol Mario Vilella Martinez, por 2 sets a 1

Redação, Estadão Conteúdo

07 de março de 2021 | 18h46

O qualifying para o ATP 250 de Santiago, no Chile, que começou com sete brasileiros, terá apenas o paulista Felipe Meligeni Alves na rodada final. O sobrinho do ex-tenista Fernando Meligeni, de 23 anos e 236.º colocado do ranking, venceu seu segundo jogo na capital chilena neste domingo. Ele superou de virada o espanhol Mario Vilella Martinez por 2 sets a 1 - com parciais de 3/6, 7/6 (7/5) e 7/6 (7/3), após 2 horas e 35 minutos.

Meligeni vive bom momento no circuito profissional. Há uma semana, ele conquistou o título de duplas do ATP 250 de Córdoba, na Argentina, em parceria nacional com Rafael Matos. O jovem paulista também venceu recentemente seu primeiro torneio da série Challenger de simples em São Paulo.

Em busca de uma vaga na chave principal em Santiago, ele enfrenta nesta segunda-feira o peruano Juan Pablo Varillas, 169.º colocado do ranking, e vencedor dos dois duelos anteriores em torneios challenger e Future.

Já o ex-número 1 do Brasil, Thomaz Bellucci, se despediu do ATP 250 de Santiago. Após dois meses fora do circuito profissional, o tenista paulista lutou, mas foi superado na segunda rodada do qualifying pelo argentino Nicolas Kicker por 2 sets a 0, com parciais de 6/0 e 6/4.

"No primeiro set eu praticamente não joguei. Acho que o fato de ter estado muito tempo sem competir pesou um pouco, acabei cometendo um erro atrás do outro. Ele é um jogador com um volume muito maior que o adversário de ontem (sábado). No segundo set eu equilibrei um pouco mais, mas mesmo assim não estava sentindo muito bem a bola. O Kicker jogando o tempo todo na frente acaba ficando mais fácil para ele também", disse Bellucci, consciente dos erros cometidos.

Este foi seu primeiro torneio desde o ATP 250 de Delray Beach, nos Estados Unidos, que foi disputado no início de janeiro. O brasileiro permanecerá na cidade chilena, onde jogará o Challenger de Santiago, que será disputado a partir do próximo dia 15. "Agora é aproveitar esses dias para treinar e ganhar mais ritmo de jogo para semana que vem", finalizou.

Outro brasileiro que perdeu foi João Menezes. Após um jogo muito equilibrado, com 2 horas e 20 minutos de duração, perdeu para o argentino Sebastian Baez por 2 sets a 1 - parciais de 7/6 (8/6), 2/6 e 6/2. A próxima disputa do mineiro - número 3 do Brasil e 201 do mundo - será também no Challenger de Santiago.

"Joguei diante de um adversário que vem muito confiante e que apresentou muito bom nível. Eu tive dois set points no primeiro set e ele jogou com uma intensidade melhor do que a minha. No segundo, fui superior durante todo o tempo, sem dar chances, jogando mais agressivo. E, no terceiro, teve um game muito duro, no 1/1, no saque dele, e a partir dai ele se manteve mais sólido durante o resto do jogo", explicou Menezes.

Outra eliminação brasileira na rodada deste domingo foi a de Pedro Sakamoto. O paulista de 27 anos e 297.º do ranking perdeu para o chileno Alejandro Tabilo, cabeça 1 do quali e 165.º do ranking da ATP, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/0) e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.