Christophe Ena/AP
Christophe Ena/AP

Soderling surpreende e elimina Nadal em Roland Garros

Sueco derrota o atual número 1 do mundo por 3 a 1. Espanhol não perdia um set no torneio desde 2007

AE, Agencia Estado

31 de maio de 2009 | 13h16

Nada de Roger Federer, Andy Murray ou Novak Djokovic. Quem acabou com a supremacia de Rafael Nadal foi o surpreendente sueco Robin Soderling, que despachou o espanhol neste domingo, nas oitavas de final do Grand Slam francês. Ele marcou 3 sets a 1, com parciais de 6/2, 6/7 (2/7), 6/4 e 7/6 (7/2), em três horas e meia de partida, e avançou às quartas de final da competição.

Atual tetracampeão de Roland Garros, Nadal amargou sua primeira derrota em jogos pela competição. Ele estreou em 2005 e já começou como campeão, mantendo a supremacia pelos três anos seguintes. Antes do jogo deste domingo, ele não perdia um set desde a final de 2007, quando derrotou Roger Federer por 3 a 1 e perdeu a segunda parciais - de lá para cá, havia vencido 32 sets seguidos. A derrota de Nadal também impede que algum feche o Grand Slam neste ano, já que ele havia vencido o Aberto da Austrália.

E poucos esperavam que fosse Soderling o responsável pela inédita derrota. O sueco, 25º colocado no ranking da ATP, amargava três derrotas em três jogos contra o número 1 do mundo, a última delas por 6/1 e 6/0 no mês passado, no Masters 1000 de Roma. E tinha como melhor desempenho, em cinco participações anteriores, a classificação para a terceira rodada, no ano passado.

Pois foi a tranquilidade diante da condição de zebra que deu a vitória a Soderling, que vinha de um bom resultado na terceira rodada, diante de outro espanhol especialista no saibro, David Ferrer. Sem nada a perder, o sueco partiu para o ataque e tomou a iniciativa do jogo, conseguindo mais bolas vencedoras (61 a 33) e também cometendo bem mais erros não forçados

No primeiro set, Soderling não deu chances e, aproveitando as duas chances que teve para quebrar o serviço de Nadal, fechou em 6/2. O espanhol reagiu no segundo set, mas só conseguiu a vitória no tie-break. No terceiro, Soderling voltou a aproveitar as oportunidades que teve e fechou em 6/4. No último, equilibrado, a vitória saiu no tie-break - chegou a abrir 6/1 e perdeu o primeiro match point, mas conseguiu a vitória na chance seguinte. Na próxima rodada, ele enfrenta o vencedor do jogo entre o espanhol Fernando Verdasco e o russo Nikolay Davydenko.

Nos outros jogos já encerrados neste domingo, o britânico Andy Murray, número 3 do ranking mundial, ratificou sua melhor campanha em Roland Garros com a classificação para as quartas, ao vencer o croata Marin Cilic por 3 sets a 0, parciais de 7/5, 7/6 (7/4) e 6/1. Na próxima fase ele enfrenta o chileno Fernando Gonzalez, que bateu o romeno Victor Hanescu também por 3 a 0, parciais de 6/2, 6/4 e 6/2.

Mais zebra

No feminino, a segunda surpresa do dia. Atual campeã do torneio, a sérvia Ana Ivanovic também foi eliminada neste domingo, após perder para Victoria Azarenka por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/3, em 1h12m. A bielorrussa agora vai enfrentar Dinara Safina, tenista número 1 do mundo, que passou por Aranave Rezai por 2 a 0 (6/1 e 6/0).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.