Sorteio define primeiros adversários de tenistas brasileiros no Brasil Open

O tênis brasileiro já tem três representantes garantidos na chave principal do Brasil Open, que começará a ser disputada nesta segunda-feira, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, em quadras de saibro. Neste sábado, um sorteio definiu a ordem dos confrontos e colocou adversários difíceis nas estreias dos tenistas do País.

Estadão Conteúdo

07 de fevereiro de 2015 | 16h30

Vice-campeão em 2009 e melhor do Brasil na atualidade, Thomaz Bellucci estreia contra o eslovaco Martin Klizan, cabeça de chave 8 e número 38 do ranking mundial. Os dois se enfrentaram no Brasil Open na última temporada, com vitória do brasileiro com um duplo 6/3. As outras duas partidas entre Bellucci e Klizan foram em quadra rápida, com triunfos do europeu.

Se passar por Klizan, Bellucci pode enfrentar outro brasileiro na segunda rodada, que já é oitavas de final. João Souza, o Feijão, terá pela frente em sua estreia do espanhol Pablo Carreño Busta. Em dois confrontos até o momento, o tenista da Espanha leva a melhor com duas vitórias.

O terceiro representante brasileiro é Guilherme Clezar, que também inicia a sua campanha em São Paulo contra um espanhol: Albert Ramos-Vinolas. "O Ramos é um jogador que vem disputando ATPs há bastante tempo e está bem firmado no circuito. Será difícil, mas espero fazer um bom jogo e quem sabe sair com a vitória", comentou. "São Paulo é um lugar no qual eu tive uma atuação muito boa no final do ano passado, no Challenger Finals, e espero reviver esses bons momentos", completou o gaúcho.

Principal favorito ao título, o espanhol Feliciano López, número 14 do mundo, sai adiantado na chave e estreia já na segunda rodada contra o argentino Juan Mónaco ou um jogador do qualifying. Recordista de títulos no Brasil Open, o tricampeão Nicolás Almagro joga na estreia contra o esloveno Blaz Rola e, se vencer, duelará contra o cabeça de chave 2, Tommy Robredo. O italiano Fabio Fognini é o terceiro favorito e espera na segunda fase o vencedor do confronto entre o atual vice-campeão Paolo Lorenzi e o argentino Diego Schwartzman.

Ja o atual campeão, o argentino Federico Delbonis, iniciará a sua tentativa de defesa de titulo contra um tenista vindo do qualifying. " Quero aproveitar e reviver as boas memórias, mas claro que há uma pressão grande", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.