Suíça faz 2 a 0 na Copa Davis; Alemanha busca empate

A Suíça, do número 1 Roger Federer, venceu mais uma nesta sexta-feira no duelo com a Holanda e se aproximou do retorno ao Grupo Mundial da Copa Davis. Depois da vitória de Federer, Stanislas Wawrinka derrotou Robin Haase por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6, 6/3 e 7/6 (7/4), no saibro de Amsterdã.

AE, Agência Estado

14 de setembro de 2012 | 15h57

Ao contrário do líder do ranking, que só precisou de 3 sets para vencer Thiemo de Bakker, Wawrinka precisou se esforçar para superar o rival holandês. Abusou dos erros (foram 40 durante toda a partida) e chegou a perder um set. Apesar do trabalho, confirmou o favoritismo e colocou a Suíça com ampla vantagem na série melhor-de-cinco.

Com o placar de 2 a 0, os suíços só precisam de mais uma vitória para confirmar a triunfo no confronto e a vaga no Grupo Mundial da Davis. Esta vitória poderá vir neste sábado na partida de duplas. Campeões olímpicos em 2008, Federer e Wawrinka são os favoritos para o terceiro jogo da série.

Em outro duelo da repescagem, a Bélgica também abriu 2 a 0 nesta sexta. Steve Darcis e David Goffin venceram Michael Ryderstedt e Andreas Vinciguerra, respectivamente, ambos por 3 sets a 0.

Alemanha e Austrália empataram por 1 a 1 no primeiro dia de disputas. Mesmo jogando fora de casa, em Hamburgo, os australianos saíram na frente, com a vitória de Bernard Tomic sobre Cedrik-Marcel Stebe por 3 a 1. Na sequência, Florian Mayer empatou o duelo ao bater o ex-número 1 Lleyton Hewitt por 3 a 0.

Também ficaram empatados os confrontos entre Japão e Israel e Casaquistão contra Usbequistão. Depois do triunfo do japonês Go Soeda na abertura do duelo, o israelense Amir Weintraub venceu a segunda partida do dia e igualou o marcador, em Tóquio.

Na cidade casaque de Astana, os visitantes começaram na frente, com o triunfo de Denis Istomin sobre Evgeny Korolev por 3 sets a 2. O empate veio logo na sequência. Mikhail Kukushkin bateu Farrukh Dustov por 3 a 1 e empolgou a torcida local.

Ainda nesta sexta, a Itália abriu vantagem sobre o Chile em Nápoles com a vitória de Andreas Seppi sobre Guillermo Hormazabal por 3 a 0. O segundo duelo do dia, entre Fabio Fognini e Paul Capdeville, foi interrompido no início do quinto set, por falta de luz natural. A placar estava empatado em 1/1 na quinta parcial.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa DavisSuíçaAlemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.