EFE/ CHRISTOPHE PETIT TESSON
EFE/ CHRISTOPHE PETIT TESSON

Swiatek perde set, mas vira sobre chinesa em Roland Garros; Tsitsipas cai e Cilic arrasa Medvedev

Polonesa é tida como favorita ao troféu do Grand Slam de Paris e agora enfrenta Jessica Pegula; Rafael Matos é eliminado nas duplas

Redação, Estadão Conteúdo

30 de maio de 2022 | 16h24
Atualizado 30 de maio de 2022 | 18h48

Grande favorita ao título de Roland Garros, a polonesa Iga Swiatek levou um susto nesta segunda-feira. Algo raro nas últimas semanas, a número 1 do mundo perdeu um set, contra a chinesa Zheng Qinwen, mas reagiu com força, com direito a um "pneu", e venceu por 2 a 1, com parciais de 6/7 (5/7), 6/0 e 6/2, em 2h45min de confronto.

O 32º triunfo consecutivo da polonesa no ano confirmou sua vaga nas quartas de final. Sua próxima adversária será a americana Jessica Pegula, que faz sua melhor temporada da carreira. A 11ª cabeça de chave avançou ao superar a romena Irina-Camelia Begu por 4/6, 6/2 e 6/3.

Embalada, Swiatek encontrou mais dificuldades do que de costume no set inicial. A tenista de 20 anos não conseguia sustentar as vantagens que conquistava na parcial, diante da rival de 19 anos, atual 70ª do ranking. E, além dos erros, sofria com a resistência da adversária no fundo de quadra. Como consequência, perdeu seu primeiro set em Paris neste ano.

A reação, contudo, foi fulminante. Ela não cedeu um game sequer para a chinesa na segunda parcial. E começou o terceiro impondo nova quebra à rival - um dos sete que obteve ao longo do jogo, em 14 oportunidades; a chinesa faturou apenas duas. A esta altura, Qinwen demonstrava incômodo na coxa direita e chegou a receber atendimento médico no vestiário.

Sem a mesma movimentação do set inicial, a chinesa se tornou alvo para Swiatek, que disparou 32 bolas vencedoras nos três sets, contra 21 da rival. A polonesa ainda registrou 39 erros não forçados, diante de 46 da tenista da China.

Outro confronto das quartas de final foi definido nesta segunda. Envolverá as russas Daria Kasatkina (20ª cabeça de chave) e Veronika Kudermetova (29ª). A primeira avançou ao superar a italiana Camila Giorgi (28ª) por duplo 6/2, enquanto Kudermetova despachou a americana Madison Keys (22ª) por 1/6, 6/3 e 6/1.

MASCULINO

No masculino, o resultado mais surpreendente foi a queda precoce de Stefanos Tsitsipas. Atual vice-campeão de Roland Garros, o grego foi superado pelo jovem dinamarquês Holger Rune por 7/5, 3/6, 6/3 e 6/4. Rune enfrentará nas quartas de final o norueguês Casper Ruud (8º), que bateu o polonês Hubert Hurkacz (12º) por 6/2, 6/3, 3/6 e 6/3.

Já o russo Andrey Rublev (7º) passou momentos difíceis em quadra contra o italiano Jannik Sinner (11º), que deu trabalho nos dois primeiros sets, mas acabou abandonando no início do terceiro set por causa de dores no joelho esquerdo: 1/6, 6/4 e 2/0.

O último jogo do dia em Roland Garros reservou uma revanche de 2021 do US Open entre Marin Cilic e Daniil Medvedev. E o croata se vingou do russo de maneira arrasadora, vencendo por 3 a 0 e impedido o oponente de seguir na luta pela volta à liderança do ranking da ATP.

Cilic vencia por 2 sets a 0 naquele Grand Slam dos EUA quando sofreu um apagão e acabou levando incrível virada após quatro horas de jogo. Pelas oitavas do torneio francês, com jogo bastante agressivo nesta segunda-feira, fez 6/2, 6/3 e 6/2 em somente 1 hora e 47 minutos.

"Foi uma das melhores partidas da minha carreira, do início ao fim", festejou Cilic. Os braços erguidos, o sorriso no rosto e a língua de fora em tom de brincadeira mostraram o tamanho de sua felicidade após a partida.

BRASILEIRO CAI NAS DUPLAS

O último brasileiro vivo nas chaves adultas de Roland Garros se despediu nesta segunda-feira. Em grande fase, Rafael Matos e o espanhol David Vega Hernández foram eliminados pelos experientes Jean-Julien Rojer, da Holanda, e Marcelo Arevalo-Gonzalez, de El Salvador, por 7/6 (8/6) e 6/3.

Antes, foram eliminados Bruno Soares, Marcelo Melo e Beatriz Haddad Maia, que jogou nas duplas femininas, mistas e na chave de simples. Melo só jogou nas duplas masculinas, enquanto Soares competiu ainda nas mistas, com Bia, mas se despediu do torneio francês nesta segunda também.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.