Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Clive Brunskill/AFP
Clive Brunskill/AFP

Também com lesão no cotovelo, Djokovic vira mais uma baixa em Miami

Andy Murray já havia anunciado desistência do torneio pelo mesmo motivo

Estadão Conteudo

19 de março de 2017 | 15h18

Um dia depois de perder o número 1 Andy Murray, o Masters 1000 de Miami anunciou que também não terá o número 2 do mundo, o sérvio Novak Djokovic em suas quadras, na próxima semana. Assim como o britânico, o tenista da Sérvia alegou lesão no cotovelo para desistir da competição norte-americana.

"Novak Djokovic foi forçado a desistir do torneio por causa de uma lesão no cotovelo. Desejamos uma rápida recuperação ao nosso campeão", anunciou a organização do Masters de Miami. Djokovic é o atual tricampeão da competição. Ao todo, o sérvio tem seis troféus em Miami.

"Eu gostaria de me desculpar com os fãs e com o público que comprou ingressos para me ver jogar. Infelizmente, estou machucado e não poderei competir neste ano", declarou o vice-líder do ranking, que ainda não emplacou boa sequência na temporada. Ele foi campeão em Doha, na primeira semana do ano, e depois decepcionou no Aberto da Austrália e no Masters de Indian Wells.

Trata-se da segunda grande baixa do Masters de Miami. No sábado, foi a vez do líder do ranking desistir do torneio por conta de uma lesão no cotovelo direito. Tanto Murray quanto Djokovic não anunciaram data certa para seus retornos ao circuito. No entanto, devem voltar no Masters 1000 de Montecarlo, no primeiro grande torneio do giro de saibro europeu, em abril.

As duas baixas podem favorecer o brasileiro Thiago Monteiro. Com a ausência de Djokovic, ele ficou a apenas uma desistência de entrar direto na chave principal de Miami. Se isso se confirmar, será a segunda chance do número 77 do mundo num torneio deste nível. A primeira aconteceu na semana passada, em Indian Wells.

Tudo o que sabemos sobre:
TênistênisNovak Djokovic

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.