Teliana leva virada e é eliminada por Pennetta na 2ª rodada em Pequim

A brasileira Teliana Pereira quase aprontou uma surpresa na segunda rodada do Torneio de Pequim. Nesta terça-feira, a número 52 do mundo fez jogo duro diante da atual campeã do US Open, mas acabou sendo batida pela italiana Flavia Pennetta, sétima colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/0 e 6/4, em 1 hora e 58 minutos.

Estadão Conteúdo

06 de outubro de 2015 | 09h00

Esta foi a terceira vez em que Teliana encarou uma tenista do Top 10, sendo batida em todos esses confrontos. Nas outras derrotas, para a russa Ekaterina Makarova e para a romena Simona Halep, porém, a brasileira não havia conseguido vencer sequer um set, o que ela acabou fazendo nesta terça, ainda que tenha sido eliminada.

No primeiro set da partida, vencido por Teliana, a brasileira converteu os três break points que teve e perdeu o seu saque duas vezes, aplicando 6/4. Pennetta, porém, se recuperou na parcial seguinte, aplicando um "pneu" e forçando a realização do terceiro set.

A parcial decisiva foi equilibrada, mas a italiana acabou se saindo melhor nos momentos de definição ao converter dois de três break points, um deles no último game, enquanto a brasileira só aproveitou um de quatro, sendo batida por 6/4 e encerrando a sua participação no Torneio de Pequim.

Assim, Pennetta, que vai se aposentar ao fim da temporada, avançou às oitavas de final e agora terá pela frente a russa Anastasia Pavlyuchenkova, número 32 do mundo, nas oitavas de final da competição chinesa.

Já Teliana deixa Pequim tendo vencido pela primeira vez uma partida de um torneio de nível WTA Premier Mandatory, de nível inferior apenas aos torneios do Grand Slam - ela superou a romena Alexandra Dulgheru no seu jogo de estreia. Com isso, a brasileira, que neste ano faturou títulos em Florianópolis e Bogotá, deve subir algumas posições na próxima atualização do ranking mundial do tênis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.