Teliana passa por holandesa e pode fazer duelo brasileiro em Bogotá

A brasileira Teliana Pereira nunca escondeu o carinho pela Colômbia. Lá, ela alcançou a única semifinal de um torneio WTA de sua carreira, em Bogotá, em 2013, e faturou seu título mais importante, semana passada, em Medellín. Agora, novamente em Bogotá, ela emendou a segunda vitória consecutiva em uma competição de WTA, ao passar pela holandesa Mandy Minella por 2 sets a 0, com duplo 7/5.

Estadão Conteúdo

15 de abril de 2015 | 15h45

O resultado, pela segunda rodada do torneio, levou Teliana às quartas de final da competição. Agora, ela pode fazer um histórico confronto brasileiro em uma fase tão avançada de um torneio de WTA. Para isso, a jovem Bia Haddad, de 18 anos, precisa passar pela espanhola Lourdes Domínguez Lino.

Número 130 do mundo, Teliana entrou em quadra com um ligeiro favoritismo diante de Minella, 195.ª no ranking. Apesar de mais nova - 26 anos contra 29 da adversária -, mostrou mais experiência e tranquilidade para definir a partida nos momentos decisivos, impedindo que ambos os sets fossem para o tie-break.

Teliana precisou superar um dia irregular no serviço para vencer. Ela cometeu três duplas faltas na partida e cedeu preocupantes quatro quebras para a adversária. Mas a brasileira não se deu por vencida em nenhum momento, também atacou o serviço de Minella e confirmou seis dos 11 break points.

No outro jogo já encerrado nesta quarta pelo Torneio de Bogotá, a norte-americana Irina Falconi, oitava cabeça de chave, teve trabalho, mas passou pela alemã Dinah Pfizenmaier por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 6/2 e 6/3. Agora, ela pode ter pela frente a principal favorita da competição, a ucraniana Elina Svetolina, que pega a montenegrina Danka Kovinic.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.