Templo do tênis abre suas portas

O templo do tênis, como é conhecido - não sem motivos - o aristocrático All England Club, no subúrbio londrino de Wimbledon, abre nesta segunda feira suas portas para uma multidão que durante todo o resto do ano sonha com a chance de caminhar por suas alamedas e ver os mais emocionantes duelos nas centenárias quadras de grama. A honra de abrir o torneio de 2001 para um rei que deixou o trono de número 1 do mundo, o norte-americano Pete Sampras, mas que ainda impera como maior favorito e vai em busca de um outro recorde, a oitava coroa de campeão.Tradição é a maior marca de Wimbledon. Mas para não dizer que os ingleses jamais aceitam qualquer mudança, no torneio deste ano, os jogos das quadras central e 1 começarão uma hora mais cedo. Portanto, às 13 horas de Londres, Sampras vai para seu primeiro duelo diante do espanhol Francisco Clavet, um já veterano de 32 anos, com sete títulos em toda sua carreira, todos em quadras de saibro.

Agencia Estado,

24 de junho de 2001 | 14h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.