Tênis: líderes fazem jogo decisivo

O australiano Lleyton Hewitt e o norte-americano Andre Agassi, únicos jogadores em condições de ameaçar a liderança de Gustavo Kuerten, fazem nesta quarta-feira um jogo que pode ser decisivo para garantir pelo menos uma das duas vagas do grupo John Newcombe, do Masters Cup de Sydney. Esta partida abre a rodada, às 5h30 de Brasília, e a seguir haverá o encontro de Patrick Rafter com o francês Sebastien Grosjean, em partida que já pode determinar um dos eliminados. Hewitt e Agassi ganharam seus jogos na rodada de abertura. O tenista australiano derrotou Grosjean em dois sets e mostrou sua principal característica, a garra, para virar um jogo difícil e manter-se entre os favoritos para disputar o título e roubar a liderança de Guga. Enquanto isso, Agassi espera tornar-se o mais velho tenista a terminar a temporada como número 1. Aos 31 anos, deu um show de tênis na sua estréia diante de Rafter vencendo por 6/2 e 6/4. Para ameaçar ainda mais seus adversários garante que chegou a Syd ney em grande forma física, apesar de ter se afastado das quadras por um curto período para acompanhar o nascimento de seu filho, com Steffi Graf. "Minha cabeça está dividida, um pouco aqui no torneio e um pouco em casa", admitiu. "Mas ao mesmo tempo, toda esta situação pode estar ajudando ainda mais na minha motivação." Com uma vitória cada um, o jogo de Hewitt e Agassi vai dar ao vencedor uma vaga nas semifinais, apenas ficará para ser decidido na rodada seguinte, a primeira ou a segunda colocação do grupo. Em situação delicada estão Rafter e Grosjean. Ambos perderam na primeira rodada e outra derrota na rodada desta quarta-feira praticamente significa a eliminação do Masters Cup. Este jogo está previsto para não antes das 7h30 de Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.