Tenista Andy Murray acusa adversário de insultar sua mãe

Escocês teria sido xingado pelo argentino Martín del Potro em partida pelo Masters Series de Roma

Efe,

06 de maio de 2008 | 14h59

O tenista escocês Andy Murray lamentou as ofensas feitas à sua mãe pelo argentino Juan Martín del Potro na partida entre os dois, pela primeira rodada do Masters Series de Roma. Os insultos foram captados pelos microfones de um canal de televisão, mas Murray não quis dizer exatamente o que o argentino falou em quadra na entrevista posterior à partida desta segunda-feira à noite. O clima ficou tenso durante o segundo set, quando uma bola de Del Potro quase acertou a cabeça de Murray e o argentino sequer pediu desculpas. Posteriormente, o escocês admitiu à imprensa que gritou nos dois ou três pontos em seguida, mas que isso não justifica os insultos de Del Potro durante a mudança de lado. Murray comentou ainda que, quando informou ao árbitro sobre o que tinha ocorrido, este se limitou a pedir que esperasse o final da partida. O escocês disse conhecer o tenista argentino desde que ambos tinham 13 anos e que, até o momento, não lembrava de qualquer discussão com ele - com exceção de uma vez na chave juvenil de Roland Garros, quando Del Potro lhe disse alguma coisa. Murray venceu por abandono no terceiro set, após perder de 7 a 5 o primeiro e vencer o segundo por 6 a 4. O adversário saiu logo no game inicial da parcial final.

Tudo o que sabemos sobre:
Andy MurrayATP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.