AP - 11/3/2007
AP - 11/3/2007

Tenista Guillermo Cañas anuncia aposentadoria

Aos 32 anos, argentino decide deixar as quadras por causa de uma lesão no punho; ele não jogava desde julho de 2009

AE, Agência Estado

26 de março de 2010 | 17h24

O tenista argentino Guillermo Cañas, de 32 anos, anunciou nesta sexta-feira sua aposentadoria. Ex-número oito do mundo, Cañas não participava de um torneio desde julho de 2009 por causa de uma lesão recorrente no punho.

O argentino decidiu abandonar o circuito profissional antes de se submeter a quinta cirurgia no local. Ele explicou que não anunciara a aposentadoria antes porque queria estar 100% seguro da decisão, e não pretendia voltar ao circuito depois do anúncio.

Um dos melhores tenistas argentinos desta década, Cañas soma sete títulos no currículo, incluindo o Masters Series do Canadá (atual Masters 1000) e o Brasil Open, na Costa do Sauipe. Em torneios de Grand Slam, sua melhor apresentação aconteceu em Roland Garros, com três quartas de final.

O argentino também se destacou no circuito ao surpreender por três vezes o suíço Roger Federer, número 1 do mundo. No confronto direto, os dois estão empatados, com três vitórias para cada. O resultado mais expressivo ocorreu em 2007, em Indian Wells, quando Cañas interrompeu uma série de 41 triunfos seguidos do rival.

"Eu bati o jogador mais talentoso do mundo", lembrou o argentino, que venceu Federer também no torneio seguinte, em Miami. "Para mim, foi inacreditável. E então, fazer isso de novo dez dias depois foi como um sonho para mim", destacou.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisGuillermo Cañasaposentadoria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.