Tenista mexicano leva multa e é suspenso por manipulação de resultado

Daniel Garza, 31 anos, é multado em US$ 5 mil (cerca de R$ 16 mil)

Estadão Conteúdo

18 Outubro 2016 | 16h21

O tenista mexicano Daniel Garza foi punido nesta terça-feira sob acusação de envolvimento em um caso de manipulação de resultados. O atleta de 31 anos, dono de resultados de pouca expressão no circuito, foi multado em US$ 5 mil (cerca de R$ 16 mil) e sofreu suspensão de seis meses.

De acordo com a Unidade de Integridade do Tênis (TIU, na sigla em inglês), Garza "tentou influenciar o resultado de uma partida" de torneio de nível Future, em Calabasas, nos Estados Unidos. A tentativa teria acontecido, segundo a entidade, em março do ano passado, na competição norte-americana.

A TIU informou que a suspensão tem efeito imediato. Desta forma, o mexicano está impedido de disputar ou participar de qualquer evento promovido pelas entidades que regem o tênis nacionalmente ou em nível mundial.

Daniel Garza tem como melhor resultado no ranking da ATP a 294ª colocação, em 2012. No momento, ele ocupa somente a 1064ª posição. O tenista mexicano tem apenas títulos em nível Future, que fica abaixo dos challengers e torneios da ATP.

Mais conteúdo sobre:
Tênis Estados Unidos Tênis Multa

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.